Levanta a mão quem já precisou escrever uma história de ficção nas aulas de português!? Tá valendo também aquela poesia ou crônica, quando aprendemos os gêneros literários. São essas experiências em sala de aula que muitas vezes despertam o gosto pela escrita, por poder se expressar por meio de um texto.

A inspiração vem também após a leitura de algum livro que marcou muito o leitor. Depois disso, nada mais é do que uma forma de libertação ao colocar todas as ideias no papel. A ‘nova safra’ de escritores está surgindo e obras são lançadas ainda na juventude. A internet possibilita que as criações feitas aqui possam ser lidas e apreciadas por pessoas em qualquer lugar do mundo. Na edição de hoje, apresentamos relatos de jovens que aproveitaram a inspiração para ‘mergulhar’ na literatura.

Boa leitura!


O escritor por trás da timidez 

A timidez de Thiago Ellert Pilz, 16 anos, não o impede de escrever longas histórias. O aluno do Colégio Estadual Poncho Verde, de Mato Leitão, tem seis livros em e-book no site Wattpad. Entre os trabalhos está ‘O Revisor’, sua última obra, que fala sobre uma história de amor durante a guerra.

O jovem conta que desde a infância gosta de ler e escrever. Entre os livros marcantes desta época está ‘O senhor dos anéis’, que leu aos 9 anos. “Eu saia na rua com esse livro grande e todos me olhavam.”

As preferências de Thiago são literatura estrangeira e ficção. Outra história que marcou sua vida foi a saga Harry Potter. “Ler Harry Potter foi um divisor de águas, percebi que poderia ter uma imensa imaginação e escrever”, diz.

Para o estudante Thiago Ellert Pilz escrever é uma terapia (Foto: Eduarda Wenzel/Folha do Mate)

Escrever é um hobby para ele, que pensa em cursar Psicologia, mas nunca largar a paixão pelas palavras. “Se um dia der certo como profissão vai ser incrível”, comenta.

Além do apoio dos professores e amigos, ele recebe muito incentivo da mãe. Sobre o site, Thiago diz que é uma ótima ferramenta para divulgação e uma forma gratuita de mostrar seu trabalho e valorizar de outros escritores. “Tem pessoas do mundo inteiro que escrevem ali. E todos se ajudam, nunca tem um comentário ruim em uma postagem.”A timidez de Thiago Ellert Pilz, 16 anos, não o impede de escrever longas histórias. O aluno do Colégio Estadual Poncho Verde, de Mato Leitão, tem seis livros em e-book no site Wattpad. Entre os trabalhos está ‘O Revisor’, sua última obra, que fala sobre uma história de amor durante a guerra.

O jovem conta que desde a infância gosta de ler e escrever. Entre os livros marcantes desta época está ‘O senhor dos anéis’, que leu aos 9 anos. “Eu saia na rua com esse livro grande e todos me olhavam.”

As preferências de Thiago são literatura estrangeira e ficção. Outra história que marcou sua vida foi a saga Harry Potter. “Ler Harry Potter foi um divisor de águas, percebi que poderia ter uma imensa imaginação e escrever”, diz.

Escrever é um hobby para ele, que pensa em cursar Psicologia, mas nunca largar a paixão pelas palavras. “Se um dia der certo como profissão vai ser incrível”, comenta.

Além do apoio dos professores e amigos, ele recebe muito incentivo da mãe. Sobre o site, Thiago diz que é uma ótima ferramenta para divulgação e uma forma gratuita de mostrar seu trabalho e valorizar de outros escritores. “Tem pessoas do mundo inteiro que escrevem ali. E todos se ajudam, nunca tem um comentário ruim em uma postagem.”

Gean Paulo Naue lançou recentemente o livro ‘Não estou preparado para viver’ (Foto: Arquivo Pessoal)

Crônicas viram páginas de um livro 

A escrita sempre foi algo muito natural para o publicitário Gean Naue, 26 anos. Contudo, a paixão pela literatura surgiu um pouco mais tarde, durante o Ensino Médio, assim que o jovem leu seu primeiro livro do início ao fim, ‘O anjo e o resto de nós’, da escritora gaúcha Letícia Wierzchowski.

De lá para cá, entendeu um pouco mais sobre o universo literário e nunca mais parou de ler. “Atualmente eu estou muito apegado aos contos, narrativas ficcionais mais curtas, com poucos personagens e com a criação de um climax”, comenta.

Em agosto deste ano, o jovem teve a oportunidade de reunir as suas crônicas já publicadas na internet e em páginas de livro ao publicar a obra ‘Não tô preparado para viver’, pela editora Metamorfose.

As crônicas foram inspiradas em situações do dia a dia, onde o autor observa e faz uma reflexão daquilo que vê ao seu redor. “Neste meu livro eu adotei um tom mais informal, porque gostaria de fazer o leitor se aproximar de mim e fazendo isso se aproximar das questões que o cercam”, comenta.

Além da dedicação ao livro, Gean também se dedica ao projeto literário ‘Eu conto: um conto por mês, durante um ano’, onde escreve contos e envia aos seus seguidores cadastrados no site. Com isso, a ideia do escritor é atingir um alcance máximo de pessoas a fim de construir uma rede de leitores.


“Um jovem escritor é alguém que nasceu em um mundo onde todos tem pressa, mas, mesmo assim, tem a capacidade de parar e observar a vida. E, dessa forma, encontrar a inspiração para escrever.”

VITOR AUGUSTO VOGT – Escritor dos livros ‘Palavra é arte’ e ‘Prosa poética’


 

“Penso que para publicar um livro não tem idade. O que não podemos é desistir dos nossos sonhos. Acredito que o fato de eu ser jovem pode contribuir para que muitos outros se inspirem e também se tornem escritores. aprendi que É muito importante sonhar, mas não adianta apenas sonharmos e não termos atitude na vida. O importante é nos darmos conta do quanto é necessário sairmos da zona de conforto e buscarmos o diferente.”

KETHLIN NADINE MEURER – Escritora do livro ‘Somos todos gigantes’


Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome