Entre terça e sexta-feira da semana passada, os sons de apito se misturavam a gritos de comemoração e de torcida, no ginásio da Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas. O motivo? Os Jogos Escolares de Venâncio Aires (Jeva), que movimentaram centenas de alunos de escolas públicas e privadas do município.

Inspirados na empolgação da galera que disputou os jogos de futsal, nas categorias infantil e juvenil, masculino e feminino, preparamos uma edição que mostra o quanto a participação nas competições esportivas mobiliza as escolas – muito antes do dia dos jogos. Dos treinos à organização do uniforme, do empenho da torcida ao apoio dos professores, o esporte integra, ensina e incentiva. Boa leitura!

Dos treinos à torcida, mobilização pelo esporte

Com pouco treino, mas muita vontade. Foi assim que a turminha de oito gurias da Escola Estadual de Ensino Estadual Fundamental Professora Helena Bohn, de Vila Teresinha, conquistou o título de 1° lugar no Futsal categoria Infantil feminino nos Jogos Escolares de Venâncio Aires (Jeva), na semana passada.

Neste ano, o time masculino da escola não participou do Jeva. As meninas, no entanto, garantiram o segundo título para a instituição – há cerca de nove anos outro time de alunas ficou campeão.

Meninas da Escola Helena Bohn, de Vila Teresinha, garantiram o título depois de nove anos. (Foto: Roni Müller)

As gurias contam que treinam apenas nas aulas de Educação Física, duas vezes por semana, e que nenhuma delas participa de escolinha de futsal. Bárbara Gabrielly Burghadt, 12 anos, aluna do 7° ano, explica que, apesar de ter interséries na escola, elas treinam pouco juntas. “Tem competição anual na escola, treinamos durante a aula de Educação Física e poucas vezes jogamos todas juntas”, comenta. “Foram poucos treinos para jogos bonitos como foram”, acrescenta Ana Luiza Wildner, 14 anos, do 8° ano.

Os preparativos começaram bem antes da competição. O time tinha uniforme muito grande, então, elas decidiram procurar patrocínio para fazer uma roupa nova e conseguiram. No dia do jogo, as atletas focaram na concentração e não treinaram. “Estávamos nervosas, mas confiantes, ficamos o caminho todo falando que voltaríamos com a medalha”, conta Bárbara.

A torcida também desempenhou seu papel com muita dedicação. “No ônibus já tinha torcida, o motorista ficou louco com nós de tantos gritos”, comenta Nicoli Luisa Sello, do 7º ano.

No CAJ, a tradição das competições esportivas

A cultura do esporte é tradição na Escola Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem (CAJ) e é conhecida por muitos estudantes do município. Há anos, a instituição incentiva e proporciona aos alunos treinos depois do horário de aula. Neste ano, a Cônego ficou campeã nas categorias Futsal masculino e Voleibol feminino dos Jeva, ambos na categoria juvenil.

Guris do CAJ conquistaram o primeiro lugar no futsal na categoria juvenil. (Foto: Roni Müller)

Integrantes do time de voleibol, Maria Eduarda Bica, 17 anos, e Rafaela Haeser, 15 anos, ficam ansiosas pelas competições que participam. De acordo com elas, as partidas deste ano foram acirradas, pois os times do município são bons. “Foram jogos disputados, difíceis, mas quando ganhamos, vimos que valeu a pena o esforço”, diz Maria Eduarda. “Esperamos muito os dias que têm Jeva, treinamos e nos preparamos o ano inteiro”, destaca Rafaela.

A equipe masculina de futsal treina há mais de um ano com o mesmo time, com acompanhamento do professor de Educação Física Walter Castilhos. Em 2018, a equipe também venceu os jogos em Venâncio Aires, foi campeã regional e disputou os Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (Jergs).

Entre os atletas do time masculino está Nathan Michael Frank, 17 anos. Ele, que participa também da escolinha do Guarani, e pretende seguir carreira como jogador. “Eu amo futebol, minha família me incentiva muito. Eu quero seguir como profissão.”

Segundo o professor Walter, no futsal masculino juvenil, são 17 alunos treinando e, no voleibol feminino, cerca de 20 alunas. Os treinos ocorrem duas vezes na semana. “Nós professores brigamos para sempre manter os treinos e o CAJ sempre nos apoia”, ressalta o professor, que atua há 16 anos no estabelecimento de ensino.

Ele observa, inclusive, que os treinos incentivam muitos alunos a ter vontade de participar mais da escola. “Tenho alunos, principalmente no infantil, que criam vínculos com o esporte e começam a se empenhar mais nos estudos.”

#VamosTorcer

No fim de agosto, as escolas vencedoras do Jeva vão representar o município da etapa dos jogos da 6° Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE).

Saiba mais

– 3 mil alunos de 25 escolas estão envolvidos no Jeva deste ano, em disputas de nove modalidades:

Xadrez, Tênis de Mesa, Handebol, Atletismo, Basquete, Voleibol, Futebol de Campo, Pegbol e Futsal.

– Neste ano, vai ocorrer, pela primeira vez, a premiação do Destaque Esportivo Escolar, no dia 7 de novembro.

– As modalidades ocorrem em períodos distintos do ano.

– As escolas da rede municipal e estadual que se classificam participam dos Jergs, quando disputam com instituições de outros municípios;

– A modalidade do Futebol de campo será em setembro na categoria Infantil feminino e masculino;

– A modalidade do Pegbol será disputada em outubro na categoria Mirim feminino e masculino;

– Grande parte das modalidades tem disputas nas categorias Mirim, Infantil e Juvenil.

Mais do que ganhar ou perder

O incentivo da escola e dos professores é essencial para quem está jogando. Para o professor de Educação Física Eduardo Schultz, do Colégio Bom Jesus Nossa Senhora Aparecida, a prática de esporte nas escola deve andar junto com a educação, pois proporciona novas experiências. “É uma vivência que não tem preço que pague. É todo mundo envolvido pelo mesmo objetivo”, define.

O professor ainda comenta que a competição é muito bonita e que os alunos ganham experiências para a vida. “Não é por ganhar ou perder, mas é a responsabilidade que eles acabam adquirindo e isso os melhora como seres humanos.”

No Bom Jesus, os treinos são feitos durante o ano inteiro e entram na grade extracurricular. Na semana passada, o time infantil masculino de futsal do colégio ficou campeão do Jeva.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome