Nos dias ventosos há uma maior quantidade de pólen no ar. (Créditos: Pexels/Divulgação)

A primavera está mostrando as ‘caras’, o cenário se transforma e o colorido preenche as avenidas e jardins. A paisagem chama a atenção, contudo, nesta época, a polinização das flores pode gerar problemas respiratórios e sensações de desconforto, causando a manifestação de alergias.

A rinite alérgica (que pode evoluir para sinusite), conjuntivite, dermatite atópica (doença de pele) e agravamento dos sintomas da asma são problemas bem comuns nesta época do ano.

De acordo com o pneumologista Carlos Eurico Pereira, as alergias podem se manifestar em qualquer faixa etária, desde a infância à velhice. Ele considera que, em geral, as doenças alérgicas são de origem hereditária e não têm cura, mas podem ser controladas através de tratamento preventivo ou através do uso de medicamentos sintomáticos (tratamento indicado para o alívio dos sintomas) que reduzem o processo inflamatório das doenças.

O uso contínuo de descongestionantes nasais não é indicado. “Ás vezes, os descongestionantes nasais podem trazer efeito rebote (resposta secundária). O uso aumenta a dilatação das vias nasais e pode agravar o quadro respiratório. Já o uso de ‘bombinhas’ é totalmente seguro. “O processo não faz mal para o coração e nem vicia”, ressalta o profissional.

RESFRIADO OU RINITE?

É muito comum confundir gripes e resfriados com alergias, pois os sintomas são bem semelhantes. De acordo com o profissional, a tosse seca, irritação na garganta, corrimento no nariz e espirros podem ser sinais de rinite e não de gripe. Nestes casos ele recomenda que é importante procurar médicos especialistas para o tratamento. “Algumas vezes, o uso contínuo de medicamentos é necessário e pode proporcionar uma melhor qualidade de vida às pessoas que sofrem de rinite ou asma, por exemplo”. Ele ressalta que todas as doenças alérgicas têm tratamento.

A mudança de hábito pode amenizar os sintomas ou impedir que as sensações desagradáveis dos problemas alérgicos se manifestem na primavera. Veja abaixo quais são as dicas do especialista.

1- Manter a casa fechada nos dias de vento. O pólen é muito leve e se dissemina no ambiente. Nos dias mais abafados e quentes também há uma maior quantidade de pólen no ar.

2- Evitar plantas em casa

3- Fazer higiene do nariz com soro fisiológico, em torno de duas vezes ao dia

4- Manter o mesmo processo de limpeza na região dos olhos. O uso do óculos solar também é uma alternativa pois evita o contato direto com pólen das flores

5- Evitar ambientes com flores e árvores em floração na primavera

6- Limpar a casa com pano úmido e não utilizar vassoura ou aspirador de pó

7- Utilizar capas impermeáveis em colchões e travesseiros

8- Evitar o surgimento do mofo em casa

9- Eliminar carpete, cortina e bichos de pelúcia no quarto das crianças, pois os objetos são acumuladores de poeira e ácaros

10- Usar produtos de limpeza que não contém cheiro, de preferência, os biodegradáveis

“Nos casos de rinite pode-se reduzir o processo inflamatório com uso de sprays nasais e anti-inflamatórios, já a asma geralmente é controlada através do uso de medicamentos inalatórios, também conhecidos como bombinhas.”

CARLOS EURICO PEREIRA

Pneumologista

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome