roteiro da Trilha da Liberdade pode ser feito por conta própria, sendo possível baixar gratuitamente o panfleto e mapa com todas as informações dos lugares visitados. (Foto: Boston Discovery Guide/Divulgação)

PÉ NA ESTRADA

Por Ana Flávia Hantt*

Quem visita Boston tem uma forma fácil e completa para conhecer o que a cidade tem de melhor, principalmente no quesito histórico. Trata-se da Freedom Trail (ou Trilha da Liberdade, na tradução literal), um roteiro de quatro quilômetros que percorre os dezesseis pontos mais importantes da trajetória política e socioeconômica de Boston.

Trilha de tijolos leva a um dos pontos de visitação da Freedom Trail, o obelisco do Bunker Hill, em Charles Town. (Foto: Ana Flávia Hantt/Divulgação)

A melhor coisa deste roteiro é que não há como se perder. Fazendo jus ao nome, a Freedom Trail consiste em uma trilha de tijolos vermelhos, a qual guia os turistas por prédios e igrejas importantes, cemitérios, monumentos e até uma fragata naval. Mesmo quem não tem tanto interesse em história, se beneficia do trajeto: enquanto caminha de um ponto a outro, o visitante tem a chance de ver toda a parte central de Boston e ainda fazer paradas estratégicas para compras ou para as refeições.

Uma das surpresas do caminho, por exemplo, é o Memorial do Holocausto da Nova Inglaterra, uma estrutura a céu aberto capaz de criar um impacto impressionante nos visitantes. Caminhando sob seis torres de vidro, as quais representam cada um dos principais campos de concentração nazista, é possível sentir-se dentro de uma câmara de gás, enquanto se lê depoimentos de sobreviventes deste crime contra a humanidade que matou mais de seis milhões de judeus. Uma visita capaz de mudar uma pessoa para sempre.

TRAJETO

O roteiro da Trilha da Liberdade pode ser feito por conta própria, sendo possível baixar gratuitamente o panfleto e mapa com todas as informações dos lugares visitados ou baixar o aplicativo oficial para smartphones com custo de US$ 5. Quem deseja uma experiência mais rica pode contratar um dos guias caracterizados com roupas do século XVIII, o qual revive a história junto aos visitantes pela trilha. O passeio custa cerca de US$ 10 por pessoa.

*[email protected]

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome