Uma receita especial de Natal

-

Foto: Divulgação/AI / Folha do Matexxx

Que o Natal é ‘recheado’ de magia e momentos de reencontros, não temos dúvidas. Embora, o apelo comercial também seja forte neste período, há uma ‘consistência’ que envolve as tradições natalinas junto às famílias. As celebrações têm as ‘doses’ que alimentam o espírito com as ceias, a árvore-de- Natal, a presença do Bom Velhinho e os presentes que fazem parte, especialmente das crianças. ‘Fornadas’ de bons sentimentos se espalham por toda parte. é hora de compartilhar, com amigos, e também com quem tem menos ou nada tem. Que tal incluir uma receita de Panetone, com os ingredientes, para presentear alguém?

LendasA mais conhecida lenda sobre o panetone vem da cidade de Milão, no século XV. Conta-se que um jovem de família rica se apaixonou por uma plebeia, filha de padeiro. O pai da moça não aceitava o namoro e o rapaz, para se aproximar da jovem e mostrar ao pai da sua mada que era uma pessoa de bem, disfarçou-se de padeiro e foi trabalhar em sua padaria como auxiliar. Passados alguns dias, resolveu criar um pão diferente, doce, misturando frutas cristalizadas. O pão ficou conhecido por ser muito gostoso e representar a cúpula de uma igreja. O pão fez sucesso e o jovem passou a divulgá-lo como uma invenção do “Senhor Toni”, o pai da moça. O mesmo então ficou conhecido como ‘Pão do Toni’ que em italiano é dito “pane del Toni”.

Outra lenda remonta ao ano de 900, e conta que um humilde assistente de padeiro de nome Antônio, após horas de trabalho na véspera de Natal, precisava ainda assar mais uma fornada de pães e preparar uma torta para seu chefe. Muito exausto ele confundiu-se e colocou as uvas passas da torta na massa de pão. Para reparar o erro ele teria ‘adicionado’ à massa, frutas cristalizadas, manteiga, ovos e os demais ingredientes do recheio que seriam usados, originalmente, na torta. De um erro, segundo a lenda, a ‘torta’ que não tinha nome e que fora muito apreciada recebeu do chefe o nome de “pane di Toni” (Pão do Toni, na tradução do italiano), o hoje conhecido panetone.

 

 

 

INGREDIENTES- 3 tabletes de fermento biológico (45 gramas)- meia xícara (chá) de açúcar – 1 xícara (chá) de AdeS original morno – 5 xícaras (chá) de farinha de trigo – 3 ovos – 2 claras – 6 colheres (sopa) de creme vegetal Becel – 1 colher (chá) de sal – 1 colher (sopa) essência de panetone – 100g de uva passa preta – 100g de damasco seco picado – 100g de nozes picadas – 150g de frutas cristalizadas

Modo de Preparo1. Em uma tigela grande, esfarele os tabletes de fermento, junte 2 colheres (sopa) de açúcar e misture até ficar líquido. Adicione o AdeS original e meia xícara (chá) da farinha. Misture, cubra e deixe crescer por 20 minutos.2. Bata os ovos com as claras na batedeira até formar uma espuma clara e fofa. Retire da batedeira e junte à mistura de fermento.3. Acrescente o creme vegetal Becel, o sal, a essência de panetone, duas xícaras (chá) de farinha de trigo e misture com uma colher até ficar pastoso.4. Adicione, aos poucos, o restante da farinha e amasse até soltar das mãos.5. Enfarinhe uma superfície seca, coloque a massa e sove até ficar lisa.6. Espalhe sobre a massa as uvas passas, os damascos, as nozes e as frutas cristalizadas. Amasse delicadamente até que as frutas fiquem bem distribuídas pela massa. Cubra e deixe crescer por 30 minutos ou até dobrar de volume.7. Pré-aqueça o forno em temperatura média (180º C).8. Enfarinhe uma superfície seca, abra a amassa e enrole como rocambole. Corte em 2 partes e coloque cada porção em uma fôrma de papel para panetone.9. Acomode as fôrmas em uma assadeira grande (40 x 28 cm), cubra e deixe crescer por mais 30 minutos ou até dobrar de volume.10. Leve ao forno por 50 minutos, ou até dourar a superfície. Retire do forno, cubra e deixe esfriar.11. Sirva frio ou acomode em latas ou potes bem tampados até o momento de servir.

Uma semana especial a todos os leitores. Que o espírito natalino se faça presente em nossos corações. Retornarei como o Papai Noel, queira Deus!

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes