O larvicida, que mata larvas do Aedes aegypti, é aplicado através de uma névoa, que atinge as residências e os pátios (Foto: Alvaro Pegoraro)

Venâncio Aires já tem 21 casos confirmados de dengue. Desde o dia 14, quando a Secretaria de Saúde confirmou os dois primeiros casos, até esta sexta-feira, 24, o aumento foi de 950%. Além disso, 15 ainda aguardam análise e 11 tiveram resultado negativo. Na maioria dos casos, as pessoas foram infectadas no próprio município.

Como medida preventiva, no fim da tarde de desta sexta, a Secretaria de Saúde realizou a primeira ação de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. O primeiro bairro a receber o larvicida foi o Aviação. Na próxima semana, a ação deve continuar e abranger também o Centro, Cidade Nova, Cruzeiro e Xangrilá.

Segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, Everton Luís Notti, os locais que receberão o produto são os de risco, porque já apresentaram algum caso recente. “O produto é aplicado em 300 metros de área a partir do local que tivemos um caso confirmado. Serão muitas casas atingidas. Esse raio é calculado pela média que o Aedes costuma voar”, exemplifica.

O equipamento que será utilizado forma uma névoa para o alto e faz o produto cair em cima das residências. “Vamos passar nas quadras fazendo essa névoa para cima, para atingir as casas. Não podemos jogar em direção às residências, pois precisamos que caia nos pátios, por isso será jogado em um ângulo de 45 graus”, detalha.

Ele ressalta que o larvicida, que se chama Vectobac WG, ataca diretamente a larva do Aedes aegypti. “Outros insetos não são danificados, então a população pode ficar tranquila.” Ainda sobre o produto, Notti diz que ele continua agindo durante três meses.

A ação é feita à tardinha, por conta do clima ser favorável. “O sol pode diminuir as partículas do larvicida. Vamos sempre cuidar como está o clima, pois o vento também atrapalha”, comenta. A ação é uma parceria entre o Governo Municipal e as empresas de dedetização Alvo, Biosystem e W&F.

Dicas para evitar a disseminação da dengue:

1. Manter a caixa d’água fechada
2. Limpar as calhas
3. Colocar areia nos pratinhos de vasos
4. Lavar e escovar semanalmente tanques que são usados para armazenar água
5. Trocar a água dos animais todos os dias e lavar os potes semanalmente
6. Guardar as garrafas vazias de cabeça para baixo
7. Manter piscinas com cloro o ano inteiro
8. Entregar pneus velhos para o serviço de limpeza urbana ou guardá-los em um local fechado

SAIBA MAIS 

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é responsável pelas doenças de Zika e Chikungunya.

Entre os sintomas da doença estão febre alta de início súbito (acima de 38.5º), com duração máxima de sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, dor muscular ou nas articulações, fraqueza ou exantema (erupção cutânea), podendo apresentar ainda sangramentos.

Quem apresentar esses sintomas deve procurar a unidade de saúde mais próxima da sua casa para realizar uma consulta médica e o teste para a doença. Em caso de dúvidas, pode-se entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica no telefone 3983-1055.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome