Vini Scola foi eleito o destaque do jogo na goleada de 6 a 2 da Assoeva sobre o Itaqui. (Foto: Divulgação)

Domingo, 27, o Ginásio Municipal de Bento Gonçalves sediou a rodada de abertura do Campeonato Estadual de Futsal. A Assoeva/Unisc/ALM foi uma das quatro equipes que estreou com o pé direito. Equipe do técnico Guilhermo Verfe venceu a SER Itaqui pelo placar de 6 a 2.

Os gols da equipe de Venâncio Aires foram de Gabriel Darici (duas vezes), Vini Scola, Keké, Rafinha e do goleiro Deividi. Somália e Evair descontaram.

Pós jogo o técnico Guilhermo Verfe destacou a dedicação de todos e elogiou a postura da equipe em quadra. “Foi um jogo de mais contato físico em razão das dimensões da quadra. Impomos nosso ritmo e arrancamos, como pretendido, com os três pontos. Equipe, com mais ritmo de jogo, a tendência é só evoluir. É seguir trabalhando pois a sequência de jogos está apenas começando”, declarou o comandante.

“Foi uma estreia a contento de todos. Vencer sempre é bom ainda mais no começo de uma competição. O Estadual desta temporada é diferente e a fórmula de disputa exige atenção redobrada, até pelo fato que não se tem ida e volta. Feliz pela estreia, pelo gol e claro, pela escolha de destaque”, disse na manhã de ontem o ala Vini Scola.

Na avaliação da coordenação do Estadual, a primeira rodada ficou dentro das expectativas, a começar pela boa média de gols que foi de 5,5 por jogo. “Em termos de protocolos tivemos uma conduta exemplar de todas as equipes, desde a chegada, realização do jogo e saída do ginásio. Teremos agora a rodada sediada em Passo Fundo com a estreia de mais duas equipes”, destaca Bruno Barbosa, Diretor de Competições da Federação Gaúcha de Futsal (FGFS).

A segunda rodada, no domingo, 4 de outubro, estava projetada para o ginásio Poliesportivo, em Venâncio Aires. Existe a possibilidade da Assoeva jogar neste mesmo dia pela Liga Futsal, contra o Pato. Diante disso a Assoeva já contatou com a FGFS que ainda nesta terça-feira deve confirmar a disputa da segunda rodada para a cidade de Passo Fundo. Assim será necessário também um ajuste nos confrontos previstos pois a folga da Assoeva que seria na quarta rodada, 18 de outubro, terá que ser antecipada.

Liga Futsal

Com pouco mais de um mês de disputa e mesmo bem distante do número final de jogos previstos na primeira fase, a Liga Futsal apresenta média considerável de gols. A rede balançou 278 vezes em 61 jogos oficiais, o que corresponde a 4,55 gols por jogo.
Quem desponta com uma campanha invejável e tem forte tendência de ser o primeiro colocado na geral é o Magnus. Equipe de Sorocaba, São Paulo, tem seis jogos, 100% de aproveitamento e o melhor ataque até o momento.

Mesmo que o Grupo ‘A’ tenha cinco equipes que já completaram a série de jogos do primeiro turno, a chave mais avançada é a ‘B’. Atlântico, ACBF, Cascavel, Marreco e Foz Cataratas já abriram a série de compromissos pelo returno.

O grupo mais atrasado é o ‘C’. Apenas três equipes fecharam o primeiro turno: Umuarama, Pato e Campo Mourão.

Diante da atual série de jogos, algumas equipes necessitam de um verdadeiro ‘choque’ para alcançarem a classificação. Como passam os cinco melhores de cada, os lanternas Brasília (Grupo ‘A’), Blumenau (Grupo ‘B’) e Joaçaba (Grupo ‘C’) estão com pontuação bem abaixo e necessitam de uma reabilitação imediata.

A tendência é que nesta semana a Liga Futsal venha ‘deslanchar’ no que diz respeito ao restante da liberação da tabela de jogos da primeira fase. Isso porque após uma longa espera, os clubes de futsal de Santa Catarina podem voltar em seus domínios. A retomada deve respeitar a matriz de risco potencial em relação ao coronavírus, ficando vetado apenas nas regiões que se enquadrarem no risco gravíssimo (cor vermelha). No momento, nenhuma região está nessa situação.

Com isso, o Campeonato Catarinense de Futsal, enfim, poderá ter seu pontapé inicial e as equipes catarinenses que estão na Liga Nacional podem marcar seus jogos como mandante, já que cumpriram compromissos somente fora de casa até aqui.

Visando manter a segurança e a prevenção de aglomerações, o público continua proibido, tanto nos jogos, quanto nos treinos, sendo vedada também a permanência de torcedores nas áreas externas ou entorno dos ginásios.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome