Apresentação dos profissionais foi no dia 3 de janeiro deste ano no Estádio Edmundo Feix (Foto: Rui Borgmann/ Arquivo)

O presidente do Guarani Sérgio Batista espera remontar a diretoria do Esporte Clube Guarani para dar sequência ao trabalho neste segundo semestre. Seu segundo mandato consecutivo termina em outubro deste ano, porém ele espera prestar contas e indicar um novo presidente para o Executivo nos próximos dias. Ele ressalta que poucas pessoas participam ativamente da atual diretoria e espera reunir um maior número de para seguir com as categorias de base e também com a possibilidade de jogar a Copa FGF ainda em 2019. “São poucas as pessoas que colaboram com o clube e isso acaba sobrecarregando. Precisamos contar com mais colaboradores”, alega Batista.

Com a morte de Eder Silva, em janeiro deste ano, ainda durante a pré-temporada para a disputa da Divisão de Acesso, Batista está sem um vice-presidente. Com isso precisa buscar um novo substituto para ao cargo. Eliomar Marcon estaria entre os nomes, porém o ex-atleta do Guarani não deve aceitar o convite alegando outros trabalhos profissionais. “Chegou o momento de encontrar um presidente para projetar o segundo semestre e também a Divisão de Acesso no próximo ano. Já havia comentado de encerrar o mandato, mas em virtude de algumas situações ficamos mais um período”, avalia.

Sérgio não descarta a participação na Copa FGF no segundo semestre, mas diz que o valor de uma folha de pagamento, com despesas de transporte, alimentação e hospedagem, supera o valor de R$ 35 mil mensais podendo chegar a R$ 40 mil, o que impede a inscrição do clube no atual momento. “É claro que podemos economizar, mas a realidade é essa. Se quisermos ter chances de ser campeão a folha salarial precisa ser ainda maior. O Avenida foi o maior exemplo, sendo campeão no ano passado”, conclui.

PRESTAÇÃO DE CONTAS
Na próxima semana, o departamento financeiro espera prestar contas em relação ao primeiro semestre. Segundo o próprio presidente, os valores gastos pelo clube podem chegar a R$ 500 mil. Como o investidor Fernando Otto garante que investiu cerca de R$ 400 mil no clube, o montante pode se estender a R$ 900 mil durante o primeiro semestre.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome