Se confirmar o retorno da competição para os últimos meses da temporada, o Esporte Clube Guarani, de Venâncio, poderá ter novidades.
FGF deve discutir em agosto a retomada da Divisão de Acesso 2020. (Foto: Roni Müller)

A continuidade da Divisão de Acesso é uma incógnita. De concreto se tem apenas que o ‘recesso’ em meio a pandemia do coronavírus está estabelecido até o término do mês de agosto. Se confirmar o retorno da competição para os últimos meses da temporada, o Esporte Clube Guarani poderá ter novidades. Contratações, dentro dos parâmetros financeiros possíveis do clube, não estão descartadas.

Ao menos a troca de ideias entre o presidente do clube, Sérgio Batista, e o técnico Leocir Dall’Astra, são permanentes. “Mesmo diante de toda a situação e o futuro incerto, existem algumas tratativas. Se percebe que alguns clubes trabalham e bastante nos bastidores. De momento ninguém contrata mas na base dos contatos não se descartam futuros acertos”, afirma Batista que emenda: “É o mundo da bola e como se tem inúmeros atletas sem clube definido para o segundo semestre, a saída se torna justamente essas tratativas para quando o futebol voltar. Bom para os atletas que assim terão onde jogar e bom para os clubes que na medida do possível devem se reforçar para a sequência do Acesso”, afirma o líder.

Após a realização da terceira rodada da classificatória onde o Guarani foi derrotado pelo São Paulo, em Rio Grande (3 a 1, no dia 11 de março), a direção do clube anunciou a mudança no comando técnico. Chicão foi demitido e para seu lugar foi confirmado o retorno de Leocir Dall’Astra que comandou o rubro-negro na mesma competição em 2019 quando chegou até a semifinal.

Na chegada ao Edmundo Feix, Leocir orientou algumas atividades mas não chegou a estrear no comando diante da paralisação da Divisão de Acesso por conta da pandemia. “Já se passaram três meses e mesmo distante dos gramados, as conversações com alguns atletas existem. Diante da possibilidade de um retorno da competição em setembro, temos a necessidade de ficar atento ao mercado. Se o campeonato terá mesmo sua continuidade não se sabe ao certo mas se a bola rolar, posso garantir que o Guarani volta com força e para brigar para subir”, afirma o comandante.

Leocir não revela nomes mas garante que tem algumas tratativas com atletas bem adiantadas. “Claro que iremos avançar esse assunto somente se tivermos a confirmação da continuidade da competição e depois disso tem ainda o aval da direção do Guarani. As dificuldades financeiras impedem a instituição de qualquer loucura mas na medida do possível vamos tentar fazer o possível para acrescentar ainda mais qualidade ao grupo que já é bom e com reais condições de brigar pelo acesso”, completa o técnico.

A Divisão de Acesso

No mês de junho a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) promoveu dois encontros por videoconferência para discutir com os presidentes dos 16 clubes da Divisão de Acesso, o futuro da competição em 2020.

No primeiro, dia 8, a entidade sugeriu a realização de uma Supercopa com clubes da Série A, Divisão de Acesso e da Série A2 (Terceirona).

No segundo, dia 15, líderes dos clubes se mostraram não favoráveis à Supercopa. Diante desta negativa, a FGF manteve a suspensão da Divisão de Acesso até o mês de agosto quando deve convocar um novo encontro para voltar a discutir com os clubes a possibilidade do retorno para setembro.

“Na medida do possível pretendemos qualificar ainda mais o grupo”

O técnico Leocir Dall’Astra comenta que já manteve contatos inclusive com jogadores da Primeira Divisão do Gauchão. “Da elite só podemos contratar três atletas mas estamos todos ‘amarrados’ quanto a questão se iremos ter a continuidade da Divisão de Acesso ou não. Se vingar o restante do campeonato, vamos com força máxima”, afirma.

Dall’Astra aposta que diante da confirmação da retomada da Divisão de Acesso, todos os clubes irão se reforçar. “Não podemos ficar para trás. Na medida do possível pretendemos qualificar ainda mais o grupo que já é bom e podem apostar, vai brigar para subir”, disse.

Em relação a volta ou não da Divisão de Acesso, Dall’Astra, foi enfático: “Aposto pela continuidade. Presidente da FGF, Luciano Hocsmann, em seu primeiro ano de mandato, pretende realizar ao menos alguma competição. Se o Gauchão está difícil, ao menos a Divisão de Acesso. Vamos seguir rezando por dias melhores”, completa.

LEIA MAIS: Guarani projeta sessões de cinema drive-in no estádio Edmundo Feix

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome