No dia 4 de julho de 2004, há 16 anos, o tricolor se sagrou campeão do Regional da Aslivata. Finalíssima, em três jogos, foi contra o Águia Azul
Irineu Henn, Lei, Émerson, Cabrera, Ona, Itacir, Luciano, Marcos Rivelino, Júlio, Éverton Schuh e Marvel. Oneide, A|lface, Rodrigo Lameira, Jairzinho, Vine, Élson, Sabiá, Marlon Jairo Peiter, Toquinho, Cascão, Alex, Fernando e Eldor

Neste sábado, 4, o Esporte Clube Juventude, de Vila Arlindo, comemora Bodas de Turmalina (16 anos) do primeiro título do Campeonato Regional da Aslivata. Dia 4 de julho de 2004, o tricolor soltou o grito de é campeão ao derrotar o Águia Azul, em jogo extra, no Florestal, em Lajeado.

“Que conquista foi aquela em Lajeado. Que grupo o Juventude montou naquela ocasião. Aqueles jogos finais contra o Águia Azul. Um título para ficar na memória de cada dirigente, jogador e torcedor do glorioso Juventude”, declara o goleiro Oneide Dallafávera folheando alguns recortes e lembrando a vitoriosa trajetória de 2004.

Antes do primeiro título, o Juventude disputou a decisão do Regional em 2000 quando foi derrotado pelo União Carneiros. Em 2001 o clube venceu a Supercopa. Voltou a estar na final em 2003 quando foi superado pelo Esperança, de Teutônia.

“Mas em 2004 não deixamos passar em branco. No primeiro turno da fase inicial vencemos um único jogo. No returno foi tudo diferente e a partir daí embalamos de vez”, recorda.
Gaúcho (Teutônia) e União Carneiros (Lajeado) foram os dois primeiros adversários na fase de mata-mata. Na semifinal o Juventude despachou o Nacional, de Forquetinha.
Na decisão contra o Águia Azul houve uma troca de resultados. O Juventude venceu em casa por 2 a 0 e em Fazenda Vilanova o Águia Azul venceu pelo mesmo placar.

No empate técnico coube a realização do terceiro confronto, em campo neutro, para decidir o título. A escolha recaiu para o Florestal, em Lajeado. Torcedores de Venâncio Aires ‘invadiram’ o município vizinho. “Quem foi não se arrependeu pois assistiu uma grande decisão. Para a finalíssima estávamos com 99% do grupo. Dentro das quatro linhas vencemos por 2 a 0. Não ficou nenhuma dúvida quanto ao ‘poder de fogo’ que o Juventude tinha naquela ocasião”, completa o goleiro.

O Juventude de 2004 foi comandado por Darley Costa. No confronto derradeiro contra o Águia Azul, o Juventude atuou com Oneide, Jairzinho (Cascão), Júlio, Marcos Rivelino e Luciano; Marlon Kroth, Eldor (Rodrigo Lameira), Jairo Peiter (Vine) e Élson Machado; Toquinho (Cabrera) e Fernando (Alex Keller).

O Juventude marcou o primeiro gol aos 26min da etapa inicial com Toquinho, cobrando falta (bola que ainda desviou no zagueiro Marcos Rivelino). Aos 42 da etapa final, Cabrera, cobrando pênalti, sacramentou o placar.

Os títulos conquistados no Regional da Aslivata por clubes de Venâncio Aires foram através do Cruzeiro (1986 e 1990), Juventude (2004) e Flor de Maio (2017).
Em 2001 o Juventude venceu a Supercopa contra o Floriano, de Bom Retiro do Sul.
Foram vice-campeões o Guarani (1985), o Juventude (2000 e 2003), Palanque (2017) e a Assespe (2019).

Campanha do Juventude em 2004

  • 29.2 Juventude 3×2 Juventude/Nova Bréscia 3 gols de Alex
  • 07.3 Aimoré/Estrela 2×1 Juventude 1 gol de Alex
  • 13.3 Juventude 1×1 Riograndense/Imigrante 1 gol de Alex
  • 21.3 Estrela 3×0 Juventude
  • 04.4 Juventude 6×0 Estrela Alex (3), Élson, Toquinho, Cabreira
  • 11.4 Riograndense 2×3 Juventude Alex, Jairzinho e Élson
  • 21.4 Juventude 1×0 Aimoré Rodrigo Lameira
  • 02.5 Juventude/NB 2×2 Juventude
  • 09.5 Gaúcho 1×2 Juventude Toquinho e Alex
  • 16.5 Juventude (2) 0x1 (0) Gaúcho Júlio e Fernando
  • 23.5 União Carneiros 1×3 Juventude Alex, Élson
  • 30.5 Juventude 3×1 União Carneiros Marcos R., Élson e Toquinho
  • 06.6 Nacional 3×3 Juventude Élson, Alex e Toquinho
  • 13.6 Juventude 3×2 Nacional Élson, Jairzinho, Fernando
  • 20.6 Juventude 2×0 Águia Azul Alex e Toquinho
  • 27.6 Águia Azul 2×0 Juventude
  • 04.7 Juventude 2×0 Águia Azul Toquinho e Cabrera

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome