Os Guris da Assoeva

-

A temporada de 2021 terá mais atletas de Venâncio Aires no plantel da Assoeva. A diretoria apostou em quatro jogadores que se destacavam no futebol amador do município para integrarem o grupo comandado pelo técnico Morruga, que também solicitou a presença de jovens da cidade.

Intitulados como a ‘turma da bicicleta’ pelo massagista e mordomo Lei Candido – já que a bicicleta é a forma de locomoção do grupo para os treinamentos -, os jovens vão se inserindo aos poucos no plantel da Assoeva.

Conhecidos na comunidade, ainda buscam entrosamento com os demais integrantes do grupo, algo que o dia a dia vai proporcionar.

O técnico Morruga avalia como importante a presença de jogadores da cidade no plantel profissional. “A Assoeva é uma instituição da comunidade e precisa retribuir dando oportunidade para garotos da cidade. Agora eles vão ter a oportunidade de aprender e a partir do desempenho deles terão oportunidades no decorrer do ano. A temporada é longa e precisaremos do suporte deles”, disse Morruga.

Além do quarteto, o fixo Rafinha já pode ser apontado como um ‘veterano’ se comparado aos demais garotos. O atleta, de 23 anos, está na Assoeva desde 2017 e vai para a sua quinta temporada na equipe. A partir da sua temporada de crescimento em 2020, o camisa 20 foi o primeiro a renovar contrato e recebeu o voto de confiança da diretoria.

Conheça o quarteto de estreantes da Assoeva na temporada 2021

  •  Andrey Romero Vieira de Vargas apesar de ter nascido em São Gabriel pode ser considerado um venâncio-airense pelo tempo que reside aqui. O jovem de 17 anos tem o futsal e a Assoeva no sangue. Além de seguir a profissão do pai, o garoto herdou a posição do pai Rafael Vargas que foi goleiro da Assoeva e disputou quatro finais de Gauchão. Incentivado pelos pais Elenise e Rafael Vargas, o jovem goleiro já teve experiência no Cruzeiro de São Gabriel e também nos juniores do Guarani.
    • O ala Luiz Felipe Neves já recebe elogios nos bastidores da Assoeva e terá uma grande oportunidade de disputar uma Liga Nacional e um Gauchão de Futsal. Aos 17 anos, o ala que é filho de Carlos Henrique Neves e Adriane de Lima é morador do bairro Cidade Nova e tem como experiência a passagem pelas categorias de base do Guarani.
    • O ala Seomar Perin Kohls, conhecido como Nenê, coleciona prêmios de destaque em competições amadoras de Venâncio Aires e terá aos seus 19 anos a grande oportunidade para realizar o sonho de ser jogador profissional. Filho de Celso Kohls e Marilene Perin, o morador do bairro Aviação terá sua primeira experiência de treino em um time profissional.
    • O mais ‘experiente’ do grupo é o fixo/ala Elias Lopes Nunes, de 24 anos. Natural de Venâncio Aires e morador do bairro Bela Vista, o atleta já atuou na base da própria Assoeva, nas categorias sub-15, sub-17 e sub-20 e também atuou nos juniores e profissionais do Guarani. Filho de Jorge e Iara Lopes, o atleta terá agora a oportunidade de vestir a camisa amarela no futsal profissional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes