Francisca procura por promoções para economizar (Foto: Cassiane Rodrigues/Folha do Mate)

O levantamento de preços da lista de compras feito mensalmente pela Folha do Mate apontou que a variação com o mês de março do ano passado foi de 9,7%. Em março de 2019, para adquirir os 38 itens que compõem a lista eram necessários R$ 251,15. Já neste ano, o valor médio – onde são somados os preços em três supermercados e calculada a média dos produtos – ficou em R$ 275,53.

Neste mês, o item com maior elevação de preço com relação ao mês de fevereiro deste ano foi a carne moída de primeira. O valor médio do quilo do produto passou de R$ 31,53 para R$ 32,59, a variação é de 3,36% com relação a última pesquisa. Já a queda mais significativa foi no preço da batata inglesa, que passou de R$ 4,15 para R$ 2,84, uma diminuição de 46,12%. Em fevereiro, para adquirir todos os itens da lista, era necessário R$ 280,65.O valor deste mês é R$ 5,12 a menos que a pesquisa anterior.

Dos 38 produtos pesquisados, 18 tiveram queda no valor, 14 aumentaram e seis permaneceram iguais ao mês anterior. O levantamento foi feito em três supermercados de Venâncio Aires na segunda-feira, 2. Foram levadas em conta marcas líderes de mercado e não são consideradas promoções.

As alterações constantes nos preços dos produtos são percebidas pelos consumidores, que precisam adotar medidas para economizar. A aposentada Francisca da Silva, 70 anos, diz que o que tem chamado sua atenção é o preço dos produtos de limpeza e as carnes. “Eu vejo que fruta e verdura não mudou muita coisa, mas comprar produto de limpeza está mais caro e a gente precisa, não tem como deixar de comprar”, relata.

Entre as medidas de economia de Francisca está a pesquisa de preços. “Passou o tempo que a gente ia no mercado e fazia rancho de encher os armários. Agora cuido o preço e compro aos poucos”, conta. Moradora do bairro Macedo, ela diz que economiza em legumes e verduras por plantar na propriedade da família em Linha Estrela. “Alguma coisa não preciso comprar, isso já ajuda na economia”.

ÓLEO EM ALTA

O preço do óleo de soja tem aumentado gradativamente nos últimos meses. Item que podia ser adquirido por até R$ 2,60 em promoção, não tem saído da casa dos R$ 4. Na pesquisa deste mês, o preço médio de um frasco de 900ml ficou em R$ 4,32, no mês passado o valor médio era de R$ 4,24. Na comparação com o ano de 2019, a alteração corresponde a 22%. O preço médio em março do ano passado estava em R$ 3,54.

O engenheiro agrônomo chefe do escritório da Emater/Ascar em Venâncio Aires, Vicente Fin, explica que o aumento do preço tem relação direta com o aumento da exportação para a China. “O preço do grão da soja subiu muito no mercado em virtude do aumento da produção que vai para a China, baixaram os estoques”, afirma. Segundo ele, a previsão é que os três estados da região Sul sejam afetados pela redução da safra em virtude da falta de soja no mercado internacional. A tendência é que os preços continuem altos ou subam ainda mais.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome