José Pedro Eidt acredita que procedimentos gerais podem ser evitados com prevenção e cuidados básicos (Foto: Eduarda Wenzel)
Os dentes são ferramentas do corpo para a alimentação e o sorriso é o cartão postal do rosto, que demonstra as nossas emoções. Mesmo com a tecnologia avançada e muitas informações, ainda existem problemas dentários básicos que podem causar a perda dos dentes, como cáries, inflamação no canal e periodontite – quando a inflamação atinge as fibras e os ossos ao redor dos dentes.

 

Segundo o cirurgião-dentista José Pedro Eidt, entre os procedimentos mais procurados ainda se destaca o de canal, para tratar a inflamação profunda de uma cárie. Neste processo, é preciso remover o tecido cariado e o nervo dentário, ampliar o diâmetro do canal e, no fim do tratamento, obturar a raiz.

Para o profissional, a melhor maneira de evitar a inflamação no canal e outros problemas é com a profilaxia (prevenção). Ele ressalta que é importante ter uma rotina de consultas ao dentista. “É um processo muito invasivo e que pode ser evitado com a profilaxia, mas os pacientes só dão importância quando o problema já está em estado avançado.”

De acordo com o profissional, outro serviço muito procurado é o de próteses e chapas (dentaduras), e muitas vezes é necessário fazer a retirada dos dentes por problemas periodontais, que afetam as gengivas e dentes. “Ainda existem muitas pessoas que precisam usar chapas ou próteses. Isso acontece muitas vezes por problemas que não são dentais. Por exemplo, um osso quando enfraquecido não tem como refazer, então afeta a fixação do dente, que acaba sendo retirado”, explica.

Sobre o dente siso, Eidt ressalta que nem sempre é preciso fazer a retirada do mesmo. O dente, tão temido por algumas pessoas é comum assim como os outros, mas não nasce em todo mundo. O que muda é que algumas vezes não tem espaço para esse dente e ele acaba incomodando. “Só se retira o siso se ele está afetando a estrutura bucal ou incomodando”, argumenta.


“As pessoas só costumam procurar o dentista quando já estão com dor e, na maioria das vezes, com cuidado e prevenção, elas poderiam evitar procedimentos invasivos e custos altos.”
JOSÉ PEDRO EIDT – Cirurgião-dentista


CLAREAMENTO

Os clareamentos dentais são cada vez mais procurados, conforme o dentista José Pedro Eidt. Ele comenta que é mito dizer que esse processo desgasta os dentes. Porém, além de tirar a os pigmentos, o procedimento também retira minerais e pode causar hipersensibilidade. Por isso, é necessária muita cautela ao fazer clareamento. “As pessoas querem estar sempre com os dentes branquinhos, mas o clareamento precisa ser feto com cuidado e intervalo de no mínimo 2 anos”, esclarece.

De acordo com o dentista, nem sempre se consegue obter o resultado esperado pelo paciente pois existem algumas manchas, como as causadas por remédios, que são de difícil remoção. Além disso, o profissional alerta com relação aos outros procedimentos estéticos. “O dente é muito precioso para desgastar ele com procedimentos estéticos.”

Como evitar problemas dentais

  • Tenha uma alimentação saudável, com o mínimo de alimentos processados
  • Evite açúcares (não adicione sacarose nos alimentos e bebidas)
  • Escove os dentes, de preferência com pasta de dentes fluoretada
  • Use fio dental
  • Visite o dentista regularmente

LEIA MAIS: 

Ortodontia: tratamento aliado à estética facial

Odontologia estética: opções para um sorriso mais bonito

Especialização: uma profissão, várias possibilidades

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome