Lista de compras teve um aumento de R$ 21,35 com relação ao primeiro mês do ano (Foto: Cassiane Rodrigues)

A lista de compras está mais barata no mês de outubro. Para adquirir os 38 itens que integram o levantamento mensal da Folha do Mate, é necessário R$ 261,28, enquanto que no mês passado era R$ 269,66. A variação é de 3%, enquanto que 18 produtos diminuíram o valor, 12 aumentaram e oito permaneceram iguais. A pesquisa é realizada em três supermercados de Venâncio Aires e o cálculo é feito com a média do preço total.

A diferença mais significativa foi no no preço da mortadela fatiada, que custa R$ 14,59 (o quilo), R$ 3,33 a mais que setembro. Já a diminuição mais considerável foi no preço da cebola. O preço médio no mês passado era de R$ 5,82 e agora está R$ 4,05. O legume sofre queda de preço após custar R$ 5,75 em agosto. A diferença nos últimos meses se deu devido ao atraso na produção na Argentina, país de onde o produto vem para abastecer os supermercados do município.

Outro item que também teve uma queda significativa foi o café, que em setembro custava R$ 10,70 e, neste mês, R$ 9,90 o quilo. O valor do pão francês sofreu também aumentou entre os demais, com adição de R$ 0,96, passando de R$ R$ 8,13 para R$ 9,09 o quilo.

O consumidor utiliza estratégias de economia para que os altos e baixos não comprometam o orçamento. A aposentada Marlene Silva, 58 anos, diz que não faz mais parte da rotina fazer rancho todo mês. “Toda semana eu vou no mercado e pego o que tem em promoção”, diz. Ela relata que nota muita diferença de valores em dias sem promoção de determinados produtos, então se programa para fazer as compras nos dias certos. “Tem o dia que eu tenho só para comprar frutas e verduras e o resto espero a promoção”.

Variação

A variação de preços entre os supermercados onde foi feito o levantamento é de 10,83% entre o menor e o maior valor. O preço médio para adquirir os 38 produtos é R$ 257,30 no supermercado A, R$ 276,80 no B e R$ 249,75 no C. A pesquisa nos três estabelecimentos foi feita na segunda-feira, 7, e não foram consideradas promoções.

Os itens pesquisados foram escolhidos com base na cesta da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas). Entre os 38 itens, estão os 13 itens considerados obrigatórios em uma cesta básica de alimentos, conforme o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese): arroz, feijão, farinha, carne (gado), leite, batata, tomate, pão francês, banana, café, banana, açúcar, óleo e manteiga/margarina.

Itens de higiene e limpeza e carnes seguem sem alterações significativas ao longo dos meses. Alguns produtos como sabão em pó tiveram alteração de quantidade em cada embalagem, sendo necessária a readequação dos valores.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome