Dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que quase 12% dos eleitores venâncio-airenses aptos ao voto no pleito deste ano são filiados a um dos 27 partidos que mantêm as atividades no município
Na comparação com 2016, este ano são 3.545 eleitores aptos a menos, número de votos suficiente para uma legenda garantir uma cadeira no Legislativo da Capital do Chimarrão (Foto: Divulgação)

Dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que quase 12% dos eleitores venâncio-airenses aptos ao voto no pleito deste ano são filiados a um dos 27 partidos que mantêm as atividades no município. Dos 51.103 votantes que podem ir às urnas em 2020, 6.099 têm ficha assinada em alguma sigla. Em 2016, ano da última eleição municipal, eram 54.648 eleitores aptos e 5.965 filiados, um percentual de quase 11% do total. Uma análise rápida dos números permite verificar que, na comparação com quatro anos antes, são 3.545 eleitores aptos a menos, número de votos suficiente para uma legenda garantir uma cadeira no Legislativo.

O MDB continua sendo o maior partido da Capital Nacional do Chimarrão, com 1.393 filiados. No entanto, na comparação com 2016, a sigla liderada por Paulo Mathias Ferreira encolheu 13,5%, ao perder 219 das 1.612 fichas assinadas que tinha. A segunda posição em número de filiados é do PDT, presidido pelo pré-candidato a prefeito Jarbas da Rosa. A legenda tem 932 pessoas com fichas assinadas, 120 a mais do que há quatro anos, quando os filiados chegavam a 812. O aumento é de 14,7%.

O ‘pódio’ dos partidos políticos em Venâncio Aires é completado pelo PTB, que atualmente tem 773 filiados, oito a mais do que em 2016. Comandado pelo vice-prefeito Celso Krämer, que deve repetir a dobradinha com Giovane Wickert (PSB) em 2020, a legenda observou um incremento de 1% no total de filiados em quatro anos. Na quarta e quinta posições aparecem Progressistas e PSDB, com 575 e 370 filiados, respectivamente. A sigla do presidente Ailto Melo perdeu 86 fichas em quatro anos, uma queda de 13%. Já os tucanos, comandados por Vinícius Medeiros registram um incremento 29 filiados, ou 8,5%, no período compreendido entre os dois pleitos.

Mais de 200 filiados

Além dos cinco maiores partidos do município de acordo com os dados do TSE, outras quatro siglas têm mais de 200 filiados. O PT, do presidente Cesar Schumacher, tem 363 filiados, 46 a menos do que há quatro anos, quando 409 tinham ficha assinada. A queda é de 11,2%. O Republicanos, liderado por Benildo Soares, tem 300 filiados, 38 a mais na comparação com 2016, quando o número era de 262. O aumento é de 14,5%.

O PSB, do prefeito Giovane Wickert e presidido pela vereadora Sandra Wagner, conta com 257 filiados, 86 a mais do que os 171 do pleito passado. Entre as siglas com mais de 200 filiados em Venâncio Aires, o PSB foi o que mais cresceu percentualmente: 50,3%. Na sequência, fechando o grupo das legendas que contam com mais de 200 fichas, está o PL, liderado pelo vereador Eduardo Kappel, que tem 245 filiados. São nove a menos do que há quatro anos, o que revela um decréscimo de 3,54%.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome