Aos poucos vão sendo instalados os equipamentos para alimentação dos frangos. (Foto - Álvaro Pegoraro/Folha do Mate)

O Condomínio Avícola Venâncio Aires estão prestes a se tornar realidade. Segundo informado pela diretoria da Dália, via assessoria de imprensa, a previsão para a entrega do empreendimento é para o mês de dezembro.

Localizado em Linha 17 de Junho, a fase atual de construção tem seis dos oito aviários já erguidos e cobertos. Os outros dois aguardam, assim como as muretas para fechamento das laterais de todo complexo para, posteriormente, instalar os equipamentos.

EXPECTATIVA

Quanto a expectativa dos associados do Condomínio Avícola em relação à conclusão das obras do complexo e a fase posterior – que é o alojamento da primeira remessa de pintos – o presidente do condomínio, Lauri Schwendler, destaca que o grupo está bem animado com as obras, pois seis dos oito pavilhões estão praticamente todos cobertos e alguns já com os equipamentos instalados. O lançamento da pedra angular do Condomínio Avícola Venâncio Aires ocorreu na manhã do dia 1º de fevereiro de 2019.

Sobre como será a participação dos associados, Schwendler adianta que ela será na administração, pois a responsabilidade é do grupo. Para tanto, o grupo terá o apoio técnico da Dália Alimentos. “Porém, o condomínio pertence ao grupo e por isso, cabe a ele administrá-lo.”

Ainda segundo Schwendler, a administração do complexo vai ser de responsabilidade dos associados, e que o mesmo terá seis funcionários que vão trabalhar no condomínio. “Ainda não conversamos sobre isto e não sei se algum associado vai querer trabalhar no complexo, pois todos têm as suas propriedades e têm as suas produções, como leite, criação de suínos e tabaco. É evidente que seria bom se alguém do grupo pudesse trabalhar no complexo”, salienta.


“Estamos todos somente na expectativa para ver o complexo concluído e poder alojar o primeiro lote de frangos.”

LAURI SCHWENDLER – Presidente do Condomínio Avícola Venâncio Aires


SAIBA MAIS 

  • 21 é o número de associados, além da própria Dália Alimentos, pois ela também tem uma cota.
  • 8 será o número de aviários que serão construídos no condomínio em Venâncio.
  • 275 mil será a capacidade de alojamento de aves por lote.
  • R$ 7,5 milhões será o total do investimento dos associados.
  • R$ 285 mil é o valor aportado pela municipalidade para a aquisição da área.
  • 4 milhões de quilos é a projeção inicial de produção anual de alimentos no complexo.
Seis dos oito galpões já estão levantados e cobertos (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Em Vale Verde, atividades devem iniciar em janeiro

a manhã da sexta-feira, 11, o prefeito Carlos Gustavo Schuch, acompanhado do secretário municipal de Obras e Agricultura Emir Rosa da Silva, recebeu na Prefeitura, representantes da Cooperativa Dália Alimentos, por meio de uma de suas empresas, a América Sociedade Avícola (ASA), presidida por Reinaldo Cordelli e o veterinário responsável pela granja, Edenir Medeiros.

Eles apresentaram os avanços nas instalações que estão sendo feitas em Monte Alegre, local onde as granjas estão sendo edificadas.

Entre os assuntos tratados eles projetaram uma duplicação da granja em quatro anos, que deve dobrar a contratação de mão de obra e arrecadação municipal.
A empresa pretende iniciar as atividades em janeiro. Ao todo, 22 vagas serão ofertadas a partir de novembro deste ano e, para isso, um processo seletivo será divulgado e realizado para as contratações.

Cordelli explicou que este número pode chegar a 25 colaboradores logo no início do próximo ano e não são vagas temporárias e, sim, efetivas.

Prefeito acompanha construção das granjas em Monte Alegre e os trabalhos nas ruas de acesso ao local (Foto: Divulgação)

PERFIL

O presidente da ASA explicou que a parte inicial é a recria de 20 mil fêmeas e após vem a produção, e que para trabalhar na empresa não é necessário ser técnico ou ter especialização, porque vai ser oferecida qualificação e treinamento pela associação. “Cobramos apenas comprometimento, cuidado e responsabilidade. Qualquer sujeira ou bactéria externa prejudica a criação”, destacou.

O prefeito Carlos Gustavo Schuch enfatizou que é muito importante a população ter essa oportunidade, ainda mais estando em casa. “Trabalhamos para que o jovem tenha oportunidade de desenvolver o seu conhecimento e suas competências no município, se assim o desejar. Não estamos simplesmente dando o peixe, mas ensinando a pescar”, afirmou.

Representantes da América Sociedade Avícola Edenir Medeiros e Reinaldo Cordelli com Emir Rosa da Silva e Carlos Gustavo Schuch (Foto: Guilherme Teixeira/AI Prefeitura)

* Colaborou Claudio Froemming

Em Mato Leitão, alojamento das aves deve iniciar em fevereiro

As obras de construção do Condomínio Avícola Mato Leitão estão em fase final, através da empresa Plasson. O trabalho de montagem dos pavilhões, casas dos funcionários, escritório, equipamentos e demais estruturas teve início em dezembro do ano passado. Equipes trabalham nos últimos ajustes dos prédios e equipamentos na localidade de Sampaio Baixo.

A projeção da Dália Alimentos é alojar os primeiros pintos em fevereiro do próximo ano, logo depois do início das operações do frigorífico. A inauguração do complexo, em Arroio do Meio, está marcada para 13 de dezembro.

Além de Mato Leitão, condomínios estão sendo construídos em Anta Gorda, Cruzeiro do Sul, Encantado (com duas unidades), Marques de Souza, Venâncio Aires, Vespasiano Corrêa e Relvado. Todos seguem o mesmo padrão com oito aviários cada e capacidade para alojar 275 mil frangos. O investimento dos nove núcleos juntos somam R$ 67,5 milhões.

Ajustes finais da empresa Plasson nos pavilhões do Condomínio Mato Leitão (Foto: AI Prefeitura)

Apresentação do complexo da Dália será no dia 13 de dezembro

Cooperativa Dália Alimentos irá inaugurar o Complexo Avícola, investimento de R$ 96 milhões em Arroio do Meio, no final deste ano. O empreendimento, que tinha data agendada para inauguração no dia 25 deste mês, será apresentado ao público em13 de dezembro.

O complexo é uma das etapas do Programa Frango de Corte, estruturado pela Dália Alimentos para viabilizar toda a cadeia produtiva avícola. O Complexo Avícola está localizado às margens da rodovia ERS-130, no KM-91,8, e tem área construída de aproximadamente 18 mil metros quadrados. É constituído por uma unidade frigorífica com capacidade para abater 55 mil frangos/dia, expandindo futuramente para outros dois módulos de abate: 110 mil frangos/dia e 165 mil frangos/dia.

O primeiro módulo entrará em operação já no início de 2020 e deverá demandar mão de obra de 350 funcionários. Além disso, compõe o complexo a Fábrica de Farinhas de Origem Animal e a Fábrica de Rações, também em Arroio do Meio, e o Incubatório, em fase de construção em Mato Leitão, com investimento também por parte da cooperativa no valor de R$ 12 milhões.

CONDOMÍNIOS 

Produtores associados à Dália integram as unidades de terminação de frango, localizados em oito municípios. Em cada um dos empreendimentos a cooperativa possui uma cota e o investimento em cada unidade girará em torno dos R$ 7,5 milhões, valor investido pelos associados.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome