Alunos do Direito da Unisc sugerem leis para vereadores de Venâncio

-

Vereadores de Venâncio Aires e estudantes do Curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), campus Santa Cruz do Sul, estiveram reunidos na noite da quarta-feira, 25, para uma troca de experiências. Dentro da disciplina Organização do Estado e dos Poderes, os estudantes precisaram elaborar projetos de lei que possam ser encaminhados como sugestão à Câmara de Vereadores.

Para a professora Caroline Muller, a atividade consiste em aproximar os alunos da estrutura do Estado, poderes e prerrogativas, e deveres constitucionais. “Primeiro eles vão aprender a estruturação destes projetos, pesquisar sobre o assunto que vão abordar, dialogar com os vereadores. Num segundo momento, eles vão até o legislativo com as ideias prontas, pois são demandas buscadas dentro da comunidade.”

No ano passado, a disciplina teve o mesmo processo, só que com os vereadores de Santa Cruz do Sul. “Desde o primeiro dia de aula eles já começam a trazer os temas de interesse deles. Já tem ideias envolvendo o tratamento de água, semanas de conscientização, vários temas, sendo que agora é a fase de aprimoramento”, explica a professora.

Já para o reitor da Unisc, Rafael Frederico Henn, práticas como a da noite desta quarta ajudam a fazer o aluno despertar para a política. “Em 2019 planejamos a nossa reinvenção que tinha dois pilares fundamentais. Um deles é o protagonismo do aluno, dele ir atrás do conhecimento, da pesquisa, e o outro trazer problemas reais da sociedade para a sala de aula.”

Para ele, pensando no segundo pilar, não há nada melhor do que levar para a sala de aula vereadores para discutir políticas públicas municipais. “Fazer com que o aluno desperte para a política. O momento que estamos passando no Brasil é de uma crise ética, cultural e econômica em que as pessoas estão tendo uma aversão à política. E a política, democracia, são importantes e precisam despertar para isto, para que novos líderes surjam e porque não numa sala de aula como esta.”

O presidente da Câmara, Benildo Soares, também acredita que a juventude precisa estar envolvida com política. “O povo não tem se envolvido com o assunto, só em época de eleição. E a nossa juventude, hoje, irá comandar amanhã. Precisamos de uma política séria, verdadeira, honesta e limpa e assim eliminar a politicagem.”

A estudante do curso Maria Eduarda Pereira, 20 anos, moradora de Rio Pardo, diz que tem aprendido coisas básicas da política e que todos deveriam ter um pouco de noção. “Penso que é importante a universidade proporcionar isso para nós, pois nem sempre teremos uma oportunidade como esta.”

Fonte: Setor de Marketing e Comunicação da Unisc

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes