Biblioteca: O endereço da arte e da cultura

-

A Biblioteca Pública Caá Yari surpreende quem imagina que o espaço é apenas um local para consulta e retirada de livros, em uma ambiente sério. Ao longo dos últimos anos, ela se tornou um verdadeiro endereço da arte e da cultura, sendo um dos principais locais do município para a realização de saraus, contações de histórias e inclusive doação ou troca-troca de livros. As paredes coloridas, com ilustrações em grafite de personagens da literatura brasileira, encantam os leitores e são um atrativo a mais para se apaixonar pela leitura.

Desde a chegada da bibliotecária Rosária Costa, em 2005, diversas ações foram desenvolvidas e consolidaram essa característica da biblioteca. Em abril de 2005, foi idealizado o primeiro Sarau Cultural. Na época, Rosária havia recém-chegado a Venâncio Aires e ainda tinha dificuldade de encontrar artistas locais. “Procurei me informar sobre quem poderia me ajudar a convidar artistas locais para se apresentarem sem cachê, e me disseram para falar com a Cloé Azambuja, que conhecia tudo da cultura e iria me ajudar com certeza. A ajuda dela foi muito importante.”

Desde então, os eventos são realizados anualmente em comemoração ao aniversário da biblioteca, com artistas locais e de fora da cidade, no próprio local e em outros espaços. Apenas em abril de 2021, por conta da pandemia da Covid-19, o 17º Sarau de Aniversário da Biblioteca foi realizado por meio de live pelo Facebook da Prefeitura.

Muitos saraus temáticos também aconteceram ao longo dos anos, como de Hallowen, dos namorados (à luz de velas e abajur), dos Pais, dos Amigos, LGBTQI+, Sarau Ecológico, de São João, da Consciência Negra e em parceria com a ONG Amigo Bicho, quando os participantes levaram seus amigos de estimação, como cachorrinhos e hamster, até a biblioteca.

Exibições de filmes também ocorreram no local, em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), pelo projeto Cinesec, com os longa-metragens Beijo Roubado, Palavra Encantada, A culpa é do Fidel e Noite de Estreia.

Além disso, a biblioteca sediou diversas mostras artísticas. Entre elas, a mostra fotográfica ‘Cenas em Movimento, na arte da vida somos todos atores’, em 2011, com fotos de Sérgio da Rosa e curadoria de Potira Heinen; a mostra ‘Anjos Urbanos’, do artista plástico Joe Nunes. Em 2012, houve a exposição fotográfica ‘Amigo Vira Lata’, com fotos de autoria de Veridiana Guimarães, em evento que reuniu cerca de 25 amigos da biblioteca acompanhados do seus amigos bichos de estimação. Em agosto de 2013, quadros pintados por pais e filhos da Escolinha Ursinho Pympão foram expostos na biblioteca.

Apresentação do personagem Papelito, em um dos saraus realizados na biblioteca. (Foto: Divulgação)

Revitalização

Em 2014, o espaço passou por uma revitalização. Após a inscrição no Projeto Biblioteca Viva do Rio Grande do Sul, a Biblioteca foi contemplada com R$ 55 mil, com recursos do Governo Federal, gerido pela Secretaria Estadual da Cultura. Desse valor, R$ 25 mil foram destinados à aquisição de livros. O restante do valor foi investindo em compras de mesas, telões, computadores, cadeira e câmera fotográfica. Na época, também foi realizada a reforma do piso, pela Prefeitura, e as paredes internas passaram a ser mais coloridas, com grafite do artista Fabio Silva.

Alguns artistas que participaram dos saraus da biblioteca:

  • Voní Eidt com o grupo de teatro do Colégio Aparecida
  • Grupo Vocal do Colégio Aparecida sob a regência de Paulo Schonart.
  • As professoras Virginia Schuck e Jaqueline Richter apresentaram teatro com seus alunos.
  • Professor Célio e o Coral do Caps II.
  • Os Trigênios grupo de mediadores do Museu formado por Geison Aquino, Potira Heinen e Júlio Matheus
  • Cia. Teatral Afro cena.
  • Grupo EKA – Espaço Kriativo de Atores
  • Contadores de histórias: Tatiane Ribeiro do Sesc, Sofia Hoyer, Jaqueline Richter, Potira Heinen, Geison Aquino, Sergio Rosa
  • Projeto POETEJA com a professora Adelina Sehn e alunos
  • Conexão Hip Hop
  • Artistas de fora de Venâncio: Banda Braquilhas Abertas, cantora Gisele Costa Fredo, cantor Edson Queiros, o Hzálio da Campanha da RBSTV, Sandro Martins.
  • Grupo de violões Alexandre Tissen
  • Apresentações de alunos das Escolas Meu Cantinho, Professora Odila Rosa Scherer, José Duarte Macedo e Alfredo Scherer, e dos colégios Bom Jesus e Professor José de Oliveira Castilhos.
  • Banda Identidade Zero

Escritores locais

O incentivo a escritores de Venâncio Aires é uma das marcas da Biblioteca Caá Yari, que abre espaço para os autores em saraus e conta com uma seção especial destinada aos livros dos venâncio-airenses. Como presente de aniversário pelos cinquentenário de biblioteca, foram instalados cinco banners de escritores locais nas prateleiras, com frases de incentivo à leitura e dicas de obras de Dan Poletti, Gean Paulo Naue, Ana Flávia Hannt e Josiele Baron, Sérgio Rosa e Rosmeri Menzel.

(Foto: Divulgação)

Reunião do fórum gaúcho das bibliotecas
Em 1º de julho de 2011, foi realizada, na Câmara de Vereadores de Venâncio Aires, a 23ª reunião do ‘Fórum gaúcho pela melhoria das bibliotecas escolares’, desenvolvida pelo Conselho Regional de Biblioteconomia 10ª região, pela Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS, pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (Sedac), pelo Instituto Goethe e Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo (Biblioteca Pública Municipal) e Secretaria de Educação de Venâncio Aires.

A reunião teve como tema ‘Mais livro, mais leitura – Plano Municipal do Livro e Leitura’ e contou com visita de 14 bibliotecários e uma funcionária de biblioteca da região à Biblioteca de Venâncio Aires.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes