Conforme pesquisa feita pela escola com os estudantes e as famílias, 43 alunos devem retornar para a escola, nesta primeira etapa (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Assim como aconteceu em outras escolas estaduais da região, as atividades presenciais para os estudantes do Ensino Médio também não foram retomadas no Colégio Poncho Verde nesta semana.

A previsão da equipe diretiva e de profissionais era que as aulas presenciais reiniciassem nesta quarta, 21. No entanto, a retomada não aconteceu porque a escola aguarda a chegada de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), enviados pelo Governo do Estado, e precisa organizar questões relacionadas à alimentação dos estudantes.

De acordo com o diretor Paulo Ricardo Heinen, a instituição de ensino atende os pré-requisitos básicos para as atividades presenciais retornarem. Contudo, por causa dessas duas situações eles optaram por adiar a retomada em alguns dias. A principal questão, segundo Heinen, é a alimentação escolar.

Ele explica que a 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE) realizou uma chamada pública conjunta para todas as escolas da região. Na sexta-feira, 16, os documentos referentes aos produtos adquiridos por meio desse processo chegaram na escola. Entretanto, para receber os itens, Heinen ainda precisa encaminhar os contratos com os fornecedores.

Além disso, a escola precisa adquirir aproximadamente 20 alimentos que não foram contemplados na compra feita pelo Estado. “A equipe diretiva resolveu postergar em alguns dias o retorno para poder organizar a questão da merenda”, relata. O diretor ainda reforça que não havia tempo hábil para resolver essas questões até esta quarta-feira.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome