Em mercados de Venâncio, carrinhos e cestos estão sendo higienizados (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Depois dos sete casos suspeitos confirmados em Venâncio Aires, a mobilização da população em torno da prevenção ficou ainda mais intensa. Quem percebe os reflexos e a preocupação da população com a prevenção são as farmácias do município. Na tarde de terça-feira, 17, a reportagem esteve em alguns estabelecimentos e constatou a falta de álcool gel, máscaras e balsamo alemão, produtos que estão sendo mais procurados nos locais.

A atendente de uma farmácia no bairro Gressler, Catia da Rosa, destaca que as pessoas estão desesperadas atrás dos produtos, procura que aumentou na segunda-feira, 16, quando houve o anúncio do primeiro casos suspeito. No estabelecimento, por exemplo, o nome dos clientes que buscam pelos produtos que estão em falta são anotados em um caderno para reserva. Em uma farmácia da área central, os espaços nas prateleiras sem o álcool gel também são percebidos.

Segundo o atendente, Diefferson Santos, somente ontem foram aproximadamente 50 pessoas que estiveram no local em busca de álcool gel. Ele também acrescenta que além dos produtos que auxiliam na prevenção, alguns clientes estão buscando por medicamentos em grande quantidade.

Algumas farmácias de Venâncio estão sem álcool gel (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Por falar em prevenção, em Venâncio Aires ela está indo muito além da higienização pessoal. Alguns mercados iniciaram a limpeza de carrinhos e cestos de compras com álcool nesta semana em busca de uma prevenção ainda maior aos clientes. Em um dos estabelecimentos visitados pela reportagem, a recepcionista Neusa Maria Arenhardt Lenz, era a responsável por garantir compras mais seguras aos clientes a partir da higienização dos objetos. Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) , Antônio Cesa Longo, a entidade enviará hoje uma cartilha orientando aos supermercados associados sobre boas práticas operacionais que contribuam para a segurança sanitária dos estabelecimentos.

As medidas vão desde o reforço na higienização de carrinhos, cestos e checkouts, até a suspensão das degustações em loja e a reorganização do mix de produtos com foco no autosserviço – evitando filas e sobrecarga nos balcões de atendimento de açougue, padaria e fiambreria, por exemplo. “É o momento de todos fazerem sua parte. O supermercado é como uma extensão da casa dos consumidores, e por ser um setor de atividade essencial à população, será muito demandado nas próximas semanas”, reconhece o dirigente.

*Colaborou Rosana Wessling

LEIA MAIS:

De olho na prevenção: coronavírus

O que você precisa saber sobre o Covid-19

Hospital São Sebastião Mártir restringe acesso por causa do Covid-19

Expoagro Afubra é cancelada em função do Covid-19

IFSul suspende atividades presenciais por três semanas a partir de segunda-feira

Prefeitura de Passo do Sobrado adia Festa do Búfalo

Atividades nas escolas da rede estadual serão suspensas a partir de quinta-feira

Univates suspende aulas nesta segunda-feira; a partir desta terça encontros serão virtualizados

Prefeitura suspende aulas em escolas municipais e concurso público

Venâncio Aires confirma três casos suspeitos de coronavírus

Onze casos de Covid-19 estão confirmados no Estado

Brasil registra primeira morte por coronavírus

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome