CTA Continental lança projeto que contempla recuperação de mata ciliar e nascentes

-

Por Cassiane Rodrigues e Luana Schweikart

Uma das maiores empresas do setor situada em Venâncio Aires, a CTA Continental Tobaccos Alliance, deu início em 2022 a um novo projeto. Trata-se do ‘Produtor Agro Top’, uma iniciativa que tem o intuito de auxiliar os produtores rurais que comercializam o tabaco para a empresa na melhoria da sua propriedade.

Entre as melhorias está a preservação da mata ciliar e das nascentes. Neste primeiro momento, na fase de implementação do projeto, a equipe da CTA está fazendo visitas aos produtores para apresentação das propostas. “Eles foram pré-selecionados e fizemos um planejamento das melhores práticas que podem ser implantadas na propriedade”, salienta o coordenador de Pesquisa e Sustentabilidade da empresa, Edson Luis de Menezes.

A ideia é que os produtores contemplados neste ano tenham esta fase ambiental da proposta concluída até o final de 2022. Nos próximos anos, novos produtores integrados devem receber o projeto, inclusive de outros municípios de alcance da CTA. São produtores situados na bacia do arroio Castelhano e Taquari Mirim. Serão feitas reuniões técnicas, palestras e apresentações sobre o projeto para maior adesão e alcance para outras propriedades.​

Na questão da preservação ambiental, a empresa também tem o propósito de enfatizar a proteção no sentido de potabilidade da água, higiene e saneamento básico, com o intuito da descontaminação de rios e afluentes. “Sabemos que temos oportunidade de melhorias principalmente nos aspectos sociais”, comenta Menezes, ao observar que em muitas propriedades há contato de dejetos orgânicos com os cursos d’água.

Incentivo ao plantio de árvores, preservação da mata ciliar e das nascentes integram o projeto; (Foto: Cristian Frantz/Divulgação)

A importância da mata ciliar

A mata ciliar é a vegetação que fica nas margens de um arroio, córrego ou rio. Como o A mata ciliar é a vegetação que fica nas margens de um arroio, córrego ou rio. Como o próprio nome diz, ela tem a mesma função dos cílios dos olhos, que ajudam a protegê-los. A mata ciliar é importante para a preservação do arroio, funcionando como um filtro e protegendo as nascentes. Além disso, ela tem um papel importante de preservação do curso d’água, que sofre modificações devido ao grande volume de água nas enxurradas e o assoreamento provocado por deslizes de terra das margens desprotegidas. O ideal é que essa mata seja composta por árvores nativas.

Família Rippel, de Vila Arlindo, será uma das participantes

Um dos produtores de tabaco que vai receber o projeto da CTA em sua propriedade é Joaquim Rippel, 57 anos. O morador de Vila Arlindo, juntamente com a esposa Elidia Maria Kist Rippel, 56 anos, cultivam tabaco desde 2001. Na última safra, cultivaram 40 mil plantas de tabaco. Desde o início, o casal teve intenção de participar do projeto, pois tem uma visão de conscientização das matas e da conservação da água.

Na propriedade dos Rippel, há um açude que é abastecido por duas vertentes de água, que foram descobertas ao ampliá-lo, há muitos anos. “Nunca tivemos falta de água aqui, usamos esta água para o trabalho na lavoura e uso com os animais. O que penso é que jamais devemos poluir, já tenho uma esterqueira separada para não contaminar esta água”, afirma Rippel. As vertentes da propriedade desaguam no arroio das Cobras, que desemboca no arroio Taquari Mirim.

Além de auxiliar na conservação desta água, o projeto da CTA vai incentivar o plantio de mais árvores frutíferas na propriedade, principalmente perto das vertentes e do açude. “Vamos isolar uma área para que os animais não cheguem e as árvores cresçam saudáveis”, comenta Rippel. No futuro, os planos são de também ter um sistema de captação de água da chuva. “Pensamos que devemos fazer a nossa parte aqui, e isso vai refletir para o mundo todo. Se essa conscientização geral não acontecer, no futuro, a extinção de espécies é certa”, observa Elidia.

Etapas

• O próximo passo do projeto ‘Produtor Agro Top’ da CTA é viabilizar de que forma serão feitas as melhorias em nascentes e matas ciliares.
• A intenção da empresa é firmar parcerias com órgãos públicos, privados e entidades, para viabilizar a melhor forma de revitalização. “A equipe vai definir como serão os modelos de operação e fornecimento de material”, acrescenta o coordenador de Pesquisa e Sustentabilidade, Edson Luis de Menezes.
• Além das questões ambientais, o projeto contempla também melhorias na infraestrutura da propriedade, questões ligadas a planejamento, manejo, entre outros.
• A iniciativa também busca dar ênfase a questões consideradas fundamentais, como a sucessão familiar nas propriedades e rentabilidade da produção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes