Vereadores, representantes do Executivo e comerciantes se reuniram na Câmara de Vereadores duas vezes, para chegar a uma conclusão (Foto: Carla Eisermann Weber/ Divulgação)

Nesta semana, duas reuniões foram realizadas na Câmara de Vereadores de Passo do Sobrado com representantes do Legislativo, Executivo e comerciantes, representados pela Câmara da Indústria, Comércio e serviços de Passo do Sobrado, (CICS-PS), que tem como presidente Gustavo Rocha. Nas duas ocasiões foi colocada a necessidade de reabrir as indústrias, comércios e prestadores de serviços, mas com regras e cuidados.

Sendo assim, o Executivo entendeu que deveria flexibilizar o atendimento de vários segmentos, estabelecendo para isso, um novo decreto, o qual trata do funcionamento de diversos setores, entre eles, o atendimento das lojas, que poderão funcionar da seguinte forma: atendimento por telefone e tele-entrega, bem como presencial, mas sendo apenas uma pessoa por vez no estabelecimento, e no máximo dois funcionários por loja. Os clientes deverão manter filas com dois metros de distância entre si, com marcações visíveis na calçada.

SERVIÇOS

O decreto flexibilizou também o atendimento de floriculturas, salões de beleza, barbearias, e afins, com horário marcado, sendo um cliente por vez, e com uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI), válido para todos os segmentos.

As academias também poderão atender com dois alunos por vez e higienização após uso dos equipamentos. As serralherias poderão trabalhar internamente e fazer as entregas dos serviços.

As empresas que atuam com eletro-eletrônicos, poderão efetuar os serviços desde que o cliente leve o equipamento até a oficina, que deve se manter de portas fechadas. A exceção acontece com as máquinas de lavar roupas, as quais podem ser resgatadas nas residências por um funcionário da empresa.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome