Na segunda-feira, 13, Gean teve a primeira consulta no Hospital Dia, na Capital (Foto: Arquivo pessoal)

Após 74 dias de internação, o menino Gean Benno Bohn ganhou alta do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre. Ele passa por um tratamento de leucemia, doença que enfrenta desde que tinha 1 ano e quatro meses.

Ele estava internado desde o fim de outubro, logo depois que recebeu a confirmação de um doador compatível. No dia 7 de novembro ele foi submetido ao transplante de medula óssea e a liberação do hospital ocorreu na sexta-feira, 10.

Segundo a mãe de Gean, Gabrielle Borba Gonçalves, a partir de agora serão, pelo menos, 100 dias de manutenção do tratamento. Na segunda-feira, 13, ele realizou a primeira consulta no Hospital Dia (HD), onde também receberá os medicamentos pelo cateter, quando necessário. O HD fica instalado junto ao hospital de Clínicas. “Ele continua em Porto Alegre como previsto, pois se acontecer alguma intercorrência, devemos chegar o quanto antes no hospital. Como ele tem muito pouca imunidade, é fácil ficar doente”, observa a mãe.

Em virtude do tratamento, uma das normas é morar a menos de 60 quilômetros do hospital. Por isso, a família está morando em um apartamento perto do hospital.
Segundo Gabrielle, o acompanhamento médico é necessário pois ainda há o risco da medula rejeitar o corpo, que é chamada DECH E. “Para que isso não aconteça ele toma imunossupressores (medicamento)”, explica.

SAIBA MAIS
A família é de Centro Linha Brasil, interior de Venâncio Aires. Gean é filho de Gabrielle e Gelson Fabiano Bohn. No dia 21 de abril, o pequeno completa 3 anos. Quem quiser ajudar com as despesas, segue aberta uma ‘vaquinha’ online, intitulada “Todos por Gean”.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome