Higienização dos alimentos em casa é de extrema importância (Foto: Divulgação)

Com a pandemia do novo coronavírus, a rotina das pessoas sofreu algum tipo de alteração. Segundo orientações de governantes e líderes da saúde, é preciso realizar diversas ações de prevenção para que não ocorra o crescimento acelerado do número de casos da Covid-19. Ações práticas, como idas ao supermercado, por exemplo, exigem muita atenção antes, durante e após, pois, apesar de não serem transmissores da doença, os produtos manuseados por alguém contaminado representam riscos.

Segundo a coordenadora do Ambulatório de Nutrição do Saúde Univates, a nutricionista Franciele Machado Wermann, que é especialista em gestão da segurança alimentar e nutricional, é extremamente importante tomar cuidado nas idas ao supermercado. “Devemos utilizar máscaras e, se possível, luvas, além de deixar uma certa distância entre as pessoas. É preciso fazer uma lista de compras para pegar o que é necessário de forma rápida no supermercado, devendo tocar apenas nos produtos que for levar”.

Coordenadora do Ambulatório de Nutrição do Saúde Univates, a nutricionista Franciele Machado Wermann explica como higienizar os alimentos ao chegar em casa (Foto: Nicole Morás/AI Univates)

Franciele ainda explica que é muito importante se ter a adequação destes hábitos. “O mesmo cuidado que temos quando chegamos em casa devemos ter com os produtos que entram conosco. Sabemos por meio de pesquisas que o vírus se mantém vivo em certos ambientes durante um determinado período de tempo, e precisamos contê-lo”, orienta.

Ao retornar para casa, é essencial higienizar as superfícies da cozinha nas quais serão manipulados ou guardados os alimentos, como bancadas, pia e despensa, com álcool 70%. Quanto à maneira correta de higienização dos alimentos, a nutricionista explica que para hortaliças, frutas, verduras e legumes deve ser feita uma solução com uma colher de sopa de água sanitária para cada um litro de água, deixando os produtos de molho durante 20 minutos. Após esse tempo, deve-se lavar os alimentos em água corrente e deixá-los secar naturalmente. Já para produtos com embalagens, deve-se utilizar um pano com álcool 70%, e nos casos de embalagens mais resistentes, pode-se usar água corrente com sabão.

FIQUE LIGADO 

Segundo estudos preliminares divulgados pelo portal New England Journal of Medicine, o coronavírus pode sobreviver no ar por até três horas. Em plásticos, o vírus é capaz de se manter vivo pelo período de até cinco dias. Conforme o médico infectologista e professor da Univates, Guilherme Campos, é de extrema importância higienizar as sacolas plásticas, que são distribuídas pelos estabelecimentos. “Também devemos tomar cuidado com as sacolas plásticas. Elas devem ser higienizadas com a utilização de álcool 70% ou isoladas dentro de um ambiente pelo período de cinco dias”, informa o professor.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome