CORONAVÍRUS
Foto: Divulgação

A hidroxicloroquina é um dos medicamentos utilizados para pacientes com Covid-19, a partir da segunda fase. Uma das profissionais que atua no tratamento dos pacientes com coronavírus no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM), a médica infectologista Sandra Knudsen explica que a grande maioria encerra a primeira fase e se cura sem complicações

Apesar disso, há os casos que evoluem para a segunda fase, considerada inflamatória, e a terceira fase, quando muitos pacientes necessitam de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e ventilação mecânica.

A infectologista comenta que, a partir da segunda fase, são utilizados medicamentos de anticoagulação, anti-inflamatórios, antibióticos, entre eles, a azitromicina. Também há casos em que é utilizada a hidroxicloroquina.

Em entrevista à Folha do Mate, Sandra explica que os pacientes têm sido tratados com vários tipos de medicação, “conforme protocolos estabelecidos e que têm sido atualizados frequentemente”. “Até o momento, não existe nenhuma medicação que tenha sido considerada efetiva no tratamento da Covid”, esclarece.

Sandra Knudsen é médica infectologista (Foto: Divulgação)

A hidroxicloroquina está entre os medicamentos utilizados para pacientes com Covid no HSSM?

Sandra Knudsen: Temos utilizado hidroxicloroquina conforme protocolo do Ministério da Saúde, para casos que evoluem para a forma mais grave da doença. Não se usa hidroxicloroquina para casos leves, ambulatoriais, até porque os estudos têm mostrado que os riscos do uso da medicação superam os benefícios.

Os medicamentos utilizados no tratamento são disponibilizados pelo SUS?

Sandra: A hidroxicloroquina é fornecida pelo SUS conforme os critérios que eu já mencionei, para pacientes que têm comprometimento pulmonar, que evoluem para a segunda fase da Covid, fazem pneumonia viral, com um comprometimento mais importante na oxigenação

Existe algum medicamento com eficiência comprovada para o tratamento de Covid? 

Sandra: Até o momento, não existe nenhuma medicação que tenha sido considerada efetiva no tratamento da Covid. O que a gente faz é tratar os pacientes com medidas de suporte e medicações que vão melhorando as manifestações da doença. Tem tratamento, mas não se pode dizer que existe um específico para Covid.

LEIA MAIS:

“Está sendo revisto o fato de só ir para o hospital quando se tem falta de ar”, afirma médica infectologista

Mais da metade dos pacientes diagnosticados com Covid em Venâncio estão curados

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome