Investimentos geram novos empregos

-

Vale Verde tem investido no setor industrial nos últimos anos, o que fomenta a economia e gera novos empregos. Segundo o prefeito, Carlos Gustavo Schuch, essas negociações são feitas por meio de políticas municipais de incentivo e por contatos com empresários que possam gerar negócios na cidade. O intuito é oportunizar novos postos de trabalho para jovens que não têm interesse em trabalhar com agricultura, e que, por conta dessa falta de oportunidades, precisam morar em outros municípios.

O setor primário de Vale Verde representa 86,51% da economia. O prefeito afirma que as empresas que se instalam no município, são voltadas, em sua grande maioria, ao setor do agronegócio, por conta da necessidade de mão de obra para atuarem nesse ramo. No entanto, empresas do ramo de costura (confecções) e de calçados também estão em tratativas para se instalarem no município ainda este ano.

Uma delas é um ateliê da fábrica de calçados da Beira Rio, que ainda procura um local para abrir as portas, e poderá gerar cerca de 30 novos empregos. Outra, é uma contrapartida do governo alemão, com a fixação de uma sede da empresa San Farm, voltada à produção de energia solar e hidrogênio. Contudo, esse investimento ainda está em negociação. Conforme Schuch, a ideia é contar com instalação das placas solares em formato de estufa, o que permitirá, se tudo for acordado, a produção de verduras orgânicas e cultivos de ervas medicinais neste espaço.

Dália

A empresa com maior número de funcionários é a Dália, responsável pelo matrizeiro ASA (América Sociedade Avícola), inaugurado em dezembro de 2021. Conforme o gerente da divisão da produção agropecuária da cooperativa Dália Alimentos, Fernando de Araújo, cerca de 40 colaboradores compõem a equipe da sede de Vale Verde.

Araújo comenta que as contratações para a empresa são de acordo com a vaga. “As admissões variam muito. Para trabalhar na granja não precisa de experiência, mas damos preferência a quem tem e que se identifica com o trabalho. Para vagas no ramo administrativo, já pedimos algumas qualificações e conhecimentos”, destaca. Ele acrescenta que moradores do município são prioridade, e quando necessário, procuram pessoas de outras regiões.

No matrizeiro, cerca 120 mil aves produzem produzem aproximadamente 340 mil ovos semanalmente. Após, são enviados para a unidade de Mato Leitão para serem encubados, e após permanecerem no período de 21 dias, são encaminhados aos condomínios avícolas da região.

Representação econômica de Vale Verde

  • Setor primário: 86,51%
  • Comércio: 8,84%
  • Indústria: 2,77%
  • Serviços: 1,85%

“O objetivo da geração de emprego, principalmente para os jovens, é que eles se estabeleçam aqui e vivam com qualidade de vida.”

CARLOS GUSTAVO SCHUCH

Prefeito de Vale Verde

Foto: Juliana Bencke

Leia mais:

notícias economia Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes