Localização e turismo: 80 placas já estão sendo instaladas em Venâncio

-

De Vila Arlindo a Mariante, o projeto da Prefeitura de Venâncio Aires é a instalação de cerca de 400 placas com a localização de pontos turísticos e localidades do interior do município. Oitenta placas compradas com recursos próprios da Prefeitura estão sendo colocadas, com valor total de R$ 78 mil, incluindo os custos com postes. Cerca de 50% já foram instaladas.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Venâncio Aires, Nelsoir Battisti, foi conquistado outro recurso no valor de R$ 300 mil, a partir de uma emenda parlamentar do deputado federal Darnlei de Deus (PSD). “Desse valor, R$ 200 mil serão utilizados em placas, para fazer todo o interior de Venâncio”, detalha o secretário.

Com esse valor, serão compradas outras 400 placas, além das 80 já conquistadas. O objetivo, segundo o projeto, é facilitar todos os acessos, iniciando pelo pedágio de Vila Arlindo, na RSC-287, seguindo toda a rodovia até alcançar Mariante e, posteriormente, ‘cercar’ o município por Palanque, Linha Herval e região.

“Para quem conhece Venâncio, lá da Santa Mônica, no Mariante, até Paredão Piresm na divisa com Sinimbu e Santa Cruz do Sul, sabe que temos mais de mil quilômetros de estradas de chão e é muito importante ter essa sinalização. São várias localidades, queremos fazer as principais ruas e, também, as estradas secundárias. Seria o maior investimento nesse aspecto da história do município”, pontua Battisti.

O objetivo é facilitar todos os acessos. Para saber qual localidade você está, seja para os agricultores, para o turismo, o cicloturismo, para quem vai visitar um familiar, até mesmo para locomoção de bombeiros e ambulância.”

NELSOIR BATTISTI

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo

‘Ice hot’ para oferecer água quente e gelada

Outro investimento que será realizado com a emenda parlamentar do deputado Darnlei de Deus (PSD) é a compra de equipamentos ‘Ice hot’. Este é capaz de gelar a água a 5°C e esquentá-la a 85°C.Segundo Battisti, a Capital Nacional do Chimarrão merece ter pontos da cidade onde é possível obter água quente de forma gratuita e prática.

“O Parque do Chimarrão é um dos pontos. Com o recurso do Parcão, conquistado pela Secretaria de Esportes, que está em processo licitatório e sairá do papel, também deve ter o ‘Ice Hot’. E pensamos em outros pontos como os caminhódromos, no Grão-Pará e no Acesso Dona Leopoldina, além de um ‘Ice Hot’ móvel para feiras e eventos”, lista o secretário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes