Obra do Calçadão depende da liberação de recursos

-

Anteriormente anunciada para ter sua reforma iniciada no mês de janeiro e inauguração projetada para a 16ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim), a revitalização da parte final do Calçadão – que prevê a remodelação de 181,7 metros (duas quadras) da rua Osvaldo Aranha, entre Jacob Becker e General Osório -, ainda não teve suas obras iniciadas.

O motivo é o atraso na aprovação da emenda parlamentar do deputado federal Marcelo Moraes (PL), que ainda não foi liberada para o Município. Em dezembro, a Invicta Construtora havia vencido o processo licitatório e realizaria a obra, contudo, após a demora para liberação do recurso, a licitação será refeita.

Inicialmente, o valor estimado era de R$ 510.674,23 – R$ 481.104,00 da emenda do deputado Marcelo Moraes e R$ 29.570,23 de contrapartida do Município -, e estavam previstos, para o lado direito de quem desce a Osvaldo Aranha, substituição da calçada, remoção das árvores, troca de mobiliário, nova iluminação, rampas de acesso para pedestres, alargamento da rua com asfalto e embelezamento com jardinagem.

O secretário de Planejamento e Urbanismo, Gustavo Von Helden, detalha que esse processo foi uma surpresa para a Prefeitura. “Não podemos iniciar qualquer processo licitatório sem ter a fonte de recurso assegurada”, destaca.

Segundo ele, a secretaria tinha uma sinalização de repasse ao fim do ano passado e fez um planejamento que teria sua conclusão próximo à Fenachim. “É uma questão governamental, não sabemos o motivo, mas sabemos que é um problema geral no Brasil inteiro. Aguardamos ansiosamente a liberação para organizar o planejamento novamente e colocar a obra em prática”, enfatiza Von Helden.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes