Na Emei Vó Olga, espaços de convivências foram higienizados durante esta semana (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

A partir da próxima semana, a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Vó Olga e a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Santo Antônio de Pádua (SAP) voltarão a receber os alunos, após mais de seis com as aulas presenciais suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus. A retomada acontece na terça-feira, 13, para os estudantes dos níveis 5 e 6 (pré-escola) matriculados nas duas instituições de ensino. Nesta primeira etapa, a expectativa é que cerca de 50 crianças retornem às atividades.

O formato de atendimento será diferenciado, neste primeiro momento. Segundo a secretária municipal de Educação, Cultura e Desporto, Simone Silberschlag, os estudantes permanecerão na escola apenas um turno, das 7h30min às 11h30min. Cada turma será dividida em dois grupos e a ida a escola será feita de forma intercalada.

Cada grupo vai ir durante uma semana. Na terceira, nenhum dos dois terá aula presencial, formando ciclos de três semanas. O intervalo desta terceira semana também será dedicado ao planejamento dos professores. Paralelo a isso, os estudantes que não participarem das aulas presenciais continuarão realizando atividades pedagógicas não presenciais.

Ao longo desta semana, cada família está se deslocando até a escola para assinar o termo de responsabilidade, no qual autoriza ou não o retorno do aluno. Simone também destaca que serão seguidos diversos protocolos que garantam a segurança e previnam o contágio da Covid-19.

Dentre eles, está o uso de máscara pelos alunos e profissionais. As crianças passarão pela aferição da temperatura quando entrarem no transporte escolar ou ao chegar na instituição de ensino. Além disso, haverá higienização das mãos e limpeza dos calçados no tapete sanitizante que será disponibilizado na entrada de cada escola.

Organização

Tanto os profissionais da Emef Santo Antônio de Pádua quanto da Emei Vó Olga estão trabalhando durante esta semana na limpeza da estrutura física e organização dos espaços, como a colocação de cartazes e marcações que identifiquem o distanciamento indicado entre cada criança, e a higienização de brinquedos e espaços de convivência. De acordo com a secretária de Educação, cada turma terá um monitor auxiliando o professor na realização das atividades.

Para tornar o retorno possível, a Prefeitura adquiriu totens para álcool gel, suporte para papel toalha, tapetes sanitizantes, termômetros, borrifadores de álcool e dispensers para sabão líquido, além de outros materiais. Em média, 20 profissionais de cada escola estarão envolvidos com o retorno presencial em cada escola.

Nesta quinta e sexta-feira, o grupo envolvido com o retorno participará de uma formação realizada em parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde e Educação e a Vigilância Sanitária. A nutricionista que atua no Município repassará informações para os profissionais responsáveis pela alimentação das crianças. O transporte escolar também está sendo remodelado e foi dividido de acordo com as regiões onde os estudantes moram.

Na SAP, a equipe criou o slogan ‘Cuide de você e de quem está ao seu lado…Cada um no seu quadrado!’ para facilitar a adaptação dos estudantes (Foto: Taís Fortes/Folha do Mate)

Outros níveis

Para a etapa dos bebês e das crianças bem pequenas da Educação Infantil (níveis 1 ao 4) ainda não há data de retorno prevista. Para esses alunos, as atividades pedagógicas não presenciais continuam sendo realizadas no mesmo modelo.

As famílias com alunos matriculados nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental receberam nesta semana a pesquisa que busca apurar a opinião deles sobre o retorno, assim como aconteceu com a Educação Infantil.

“É um momento de cautela e organização para que possamos retornar com a segurança necessária e proporcionar que as crianças possam ter a vivência e a interação com colegas e professores.”

SIMONE SILBERSCHLAG – Secretária Municipal de Educação, Cultura e Desporto

Poncho Verde volta no dia 21

Em reunião realizada na segunda-feira, 5, a 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE) informou os diretores das escolas estaduais que o retorno das aulas presenciais foi adiado para o dia 21 deste mês. A data previamente estabelecida era 13 de outubro.

Segundo o diretor do Colégio Estadual Poncho Verde, Paulo Ricardo Heinen, as demais datas, referentes ao Ensino Fundamental ainda estão mantidas. Ele também já adiantou que as aulas de Educação Física continuarão acontecendo no formato remoto.

Além disso, os estudantes permanecerão na escola por um período reduzindo, sendo três horas de aulas presenciais e duas a distância. As turmas também serão divididas em dois grupos, com o revezamento semanal entre eles. Quem optou por não retornar para as aulas presenciais, seguirá com atividades remotas.

o Colégio Estadual Poncho Verde, classes já foram organizadas para garantir o distanciamento entre os estudantes nas salas de aula (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome