Servidora da Câmara suspeita de não cumprir carga de trabalho será exonerada

-

A reportagem da Folha do Mate acabou de confirmar que a servidora da Câmara de Vereadores de Venâncio Aires suspeita de não cumprir a carga de trabalho prevista será exonerada. A portaria, de acordo com fontes do Legislativo, deve ser publicada nas próximas horas.

A decisão foi tomada após reunião entre o presidente da Casa do Povo, Benildo Soares (Republicanos) e o vereador André Puthin (MDB), de quem ela é assessora. Puthin também conversou com a cúpula do partido e com o vereador eleito Gilberto dos Santos (MDB), que é o responsável pela indicação da profissional e que, atualmente, está na Secretaria de Desenvolvimento Rural.

Conforme as denúncias que chegaram à presidência, a servidora teria sido flagrada várias vezes apenas batendo o ponto no Legislativo e deixando o local, para retornar somente no horário de encerramento de expediente, quando voltava a bater o ponto. Imagens de câmeras de monitoramento comprovariam a irregularidade. Na portaria de exoneração, no entanto, nada disso será relatado. Simplesmente ela será desligada das atividades no Poder Legislativo.

O presidente Benildo Soares e a diretora-geral da Câmara, Alexandra Silveira, confirmaram que a assessora exonerada é Franciele dos Santos Boeira. A Folha do Mate já entrou em contato com ela, que confirmou que já sabe da saída e pretende se manifestar em breve a respeito do ocorrido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes