Foto: Divulgação

Depois de ter sido classificado como bandeira laranja (risco epidemiológico médio para Covid-19) na semana passada, Venâncio Aires e demais município da região de Santa Cruz do Sul (R28), voltaram a receber a bandeira vermelha (risco alto) no mapa preliminar do Distanciamento Controlado. A atualização foi divulgada pelo Governo do Estado no fim da tarde desta sexta-feira, 4.

Além da região de Santa Cruz, outras 11 estão em bandeira vermelha, o que incluiu a de Lajeado. O pedido de reconsideração em relação à classificação pode ser encaminhado até as 6h do domingo, 6. O mapa definitivo será divulgado na segunda-feira, 7, por meio de matéria publicada no site do Governo do Estado. A vigência das bandeiras da 18ª rodada começa à meia-noite da terça-feira, 8, e se encerra às 23h59 da segunda-feira, 14.

Recurso

No início da noite desta sexta-feira, após tomar conhecimento de que a região do Vale do Rio Pardo foi classificada com a bandeira vermelha do Distanciamento Controlado do Governo do Estado, o prefeito Giovane Wickert afirmou que, a exemplo de outras oportunidades nas quais a mesma situação aconteceu, o Município vai recorrer da classificação. Ele salientou que como está em vigor o modelo de cogestão, o comércio segue funcionando normalmente, e a preocupação passa a ser a retomada das aulas.

Avaliação

Segundo informações divulgadas pelo Estado, apresentou, além da piora nos indicadores da macrorregião, o aumento de 21% no número de novas hospitalizações de casos confirmados de Covid-19, o que impactou fortemente a classificação da região. Nos últimos 7 dias foram 29 pacientes com registro de hospitalização, enquanto no período anterior eram 24.

O índice de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos  sete dias a cada 100 mil habitantes também aumentou de 6,92 para 8,36 Com esse cenário, a região foi classificada na bandeira vermelha no primeiro caso, de registros de hospitalizações, e preta no segundo, que indica a incidência da doença na população. Quanto aos óbitos, foram sete pacientes que falecerem de Covid-19 na semana na região. Na última semana, tinham sido seis.

No entanto, Santa Cruz do Sul apresentou melhora no indicador referente ao estágio da doença na região, mesmo que a bandeira tenha se mantido em laranja. Foram registrados 174 casos ativos para 554 casos recuperados últimos 50 dias anteriores ao início da semana, resultado equivalente ao risco médio no indicador.

Nota técnica da macrorregião

De acordo com a nota técnica divulgada pelo Governo do Estado, a Macrorregião dos Vales apresentou, que inclui Santa Cruz do Sul e Lajeado, apresentou aumento de 12% no número de pacientes internados em leitos de UTI por Covid-19 no último dia, que passou de 34 para 38 pacientes na data da apuração. Também houve aumento nos demais indicadores de velocidade de propagação da doença: crescimento de 2% no número de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) internados em UTI e de 3% de hospitalizados confirmados por Covid-19 em leitos clínicos.

Esses resultados impactaram os indicadores de capacidade do sistema hospitalar na macrorregião. O número de leitos de UTI livres no último dia para atender Covid-19 permaneceram estáveis, com 45 leitos livres, o que resultou em bandeira laranja para a macrorregião. Com o aumento da ocupação em leitos de UTI por paciente Covid, piorou a relação entre leitos livres para cada leito ocupado Covid-19 em 11%, sendo de 1,18 na atual apuração. Com o resultado, segue o alerta de bandeira vermelha para esse indicador na macrorregião.

*Com informações do Governo do Estado 

*Texto atualizado às 19h09min 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome