Estudantes do nível 4 A, do ano passado, desenvolvendo atividades do projeto que é finalista do prêmio (Foto: Divulgação)

O projeto ‘As Surpresas dos Buracos – A vida e as Potências das Minhocas’, desenvolvido com os alunos do nível 4 A da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Vó Olga no ano passado, novamente é destaque. Depois de a professora da turma, Chalimar da Rosa, ter vencido o prêmio ‘Fala, professor’ em dezembro, agora, a educadora é uma das 50 finalistas do prêmio ‘Educador Nota 10’.

Na edição deste ano, quase quatro mil projetos, realizados em 19 estados, foram inscritos no certame. Conforme o site do ‘Educador Nota 10’, as iniciativas abrangem as áreas da Educação Infantil até o Ensino Médio, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Segundo Chalimar, diferente do outro prêmio, este não é dividido por categorias.

A pedagoga explica que, após a inscrição, os projetos passaram por avaliadores, que selecionaram as 50 iniciativas seguiriam para a próxima etapa. O projeto da Emei Vó Olga foi um dos classificados. Como premiação, os 50 finalistas recebem certificação e uma assinatura digital da revista Nova Escola para o período de um ano.

A expectativa, é que até o fim deste mês aconteça o anúncio dos dez finalistas, que são considerados ‘Educadores Nota 10’. Esses profissionais e as escolas que eles representam recebem, além de certificação, premiação em dinheiro. Além disso, dos 10 finalistas, ainda é escolhido o ‘Educador do Ano’, que novamente recebe premiação em valor, bem como a instituição de ensino em que ele atua.

Para a professora Chalimar, o prêmio principal é o reconhecimento da iniciativa e do trabalho pedagógico desenvolvido na escola. Ela ainda comenta que o projeto ‘As Surpresas dos Buracos – A vida e as Potências das Minhocas’ foi finalizado no ano letivo de 2019, mas segue dando frutos e alçando voo, agora, em âmbito nacional.

“Poder compartilhar o projeto com professores de outros municípios e outros estados é muito significativo, ainda mais em um período como esse, de grandes dúvidas. Mas uma certeza temos: a educação vai transformar muita coisa. É a educação escolar, familiar e da sociedade que vai proporcionar transformações de vida e é isso que queremos passar adiante com essa participação”, acrescenta. O projeto também contou com o apoio das monitoras Marieli Fagundes e Juliana Lizardi e da estagiária Patrícia Pilz.

Sobre o prêmio

  • O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho.
  • Ele reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.
  • O Prêmio tem o patrocínio da Fundação Lemann, SOMOS Educação e BDO, e o apoio da Nova Escola, Instituto Rodrigo Mendes e Unicef. Desde 2018, o Prêmio Educador Nota 10 é associado ao Global Teacher Prize, prêmio global de Educação.
  • Ao longo das últimas 22 edições foram recebidos mais de 75 mil projetos, e foram premiados 241 educadores, entre professores e gestores escolares, que receberam aproximadamente R$ 2,6 milhões. Fonte: Site do prêmio Educador Nota 10

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome