No dia 3 de maio de 1994, um grupo de produtores se reuniu para se qualificar e se profissionalizar na criação de peixes e fundou a Associação dos Piscicultores de Venâncio Aires (Apiva). A data foi comemorada durante o almoço festivo realizado no sábado, 3, na praça da alimentação das agroindústrias familiares, anexa ao Pavilhão Agropecuário, no Parque do Chimarrão.

Foto: Edemar Etges / Folha do MateItor Coutinho e o prefeito Airton Artus, ao lado das soberanas da 13ª Fenachim, saudaram a Apiva pelos seus 20 anos
Itor Coutinho e o prefeito Airton Artus, ao lado das soberanas da 13ª Fenachim, saudaram a Apiva pelos seus 20 anos

O presidente da Apiva, Itor Coutinho, colocou que a piscicultura é uma diversificação e opção de mercado para o futuro. Frisou o apoio que os piscicultores recebem da Secretaria Municipal de Agricultura (SMA) e do escritório municipal da Emater/RS-Ascar.

“Hoje, estamos navegando em águas mansas, porém, já enfrentamos muitas dificuldades, principalmente com falta de apoio de administrações anteriores”, afirmou o vice-presidente da Apiva, Inácio Roberto Guterres.

A Secretaria Municipal de Agricultura e a Emater/RS-Ascar tem exaltado as agroindústrias familiares e, conforme o vice-prefeito Giovane Wickert, isto faz com que o município seja reconhecido como produtor de outras culturas.

O prefeito Airton Artus, encorajou a associação a continuar investindo na piscicultura, salientando que o modelo de prestação de serviços precisa mudar no Brasil e as associações serão fundamentais pois será exigida a prestação de contas dos recursos recebidos e investidos.