Apoio encorajador da gestação ao nascimento

-

Quem é mãe sabe que o nascimento do filho, seja o primeiro ou não, sempre gera insegurança. Seja pelas incertezas do parto, cuidados com o bebê ou medo do desconhecido depois do nascimento, toda mãe precisa de um apoio. Por mais que se tenha muitos familiares junto, muitas vezes a ajuda de alguém de fora traz segurança à mãe em um momento de tantas dúvidas.

As doulas são profissionais aptas para dar o auxílio necessário à mãe. Elas são treinadas a atuar, principalmente, no momento em que a mulher entra em trabalho de parto. Raquel Moraes e Simone Buzata são técnicas em enfermagem e desde 2017 capacitadas a atuar como doulas. Elas fizeram um curso em Porto Alegre para desenvolver a função e criaram o Dom de Doular Venâncio Aires (Dondova).

As profissionais destacam que o papel da doula é dar apoio à mãe por meio de conversas, auxiliar no trabalho de parto fazendo massagens, sugerindo posições, ensinando técnicas de respiração e exercícios de estímulo para o parto. “Já tivemos pacientes que precisaram fazer cesárea, mas temos a autorização de acompanhar se for da vontade dela”, ressalta Raquel.

É papel da doula também ajudar a mãe a preparar um plano de parto, que é um documento para registro das preferências e desejos da mulher sobre o atendimento hospitalar. As doulas também preparam o ambiente do parto, deixando acolhedor e tranquilo.

A atuação da doula é autorizada na maioria dos hospitais. Em Venâncio, é possível desde que a internação seja por convênio ou particular. O contato pode ser feito desde antes do nascimento, com visitas em casa para orientações sobre cuidados com as mamas, por exemplo. Depois do parto, algumas mães também optam por ter a visita das doulas nas primeiras semanas com o recém-nascido. “A amamentação gera muitas dúvidas e é nosso papel também orientar sobre a importância do leite materno para que a mãe não desista de amamentar”, afirma Simone.

QUAL O PAPEL DA DOULA?

Uma mulher com conhecimento e experiência em nascimento, treinada para servir outra mulher durante a gestação, o parto e o pós-parto imediato.

1 Serve à gestante, trazendo informações com base científica sobre a gestação e parto.

2 Fornece apoio durante o parto.

3 Realiza massagens e sugere posições para alívio da dor.

4 Ameniza o medo do desconhecido.

5 Oferece apoio, encorajamento, empoderamento da mulher e suporte emocional.

6 Ajuda a mulher e o companheiro a entender os medos e anseios em relação a hora de dar à luz.

Saiba mais

O que a doula não faz

– Não realiza procedimento médico.

– Não discute procedimentos de enfermagem e condutas médicas.

– Não substitui o acompanhante escolhido pela parturiente (a doula orienta o pai ou a acompanhante a ter uma participação mais ativa, sugerindo formas de prestar apoio e dar conforto à mulher).

Rodas de conversa sobre maternidade

Um grupo de profissionais se uniu para promover rodas de conversa sobre assuntos ligados à maternidade. O ‘Mamãe Coruja’ promove, mensalmente, encontros abertos ao público sobre temas variados. O primeiro encontro foi realizado em maio e já se tem um cronograma até janeiro no próximo ano. O grupo é formado por Raquel e Simone, da Dondova; ginecologista e obstetra Adriana Martins, pediatra Samanta Feilstrecker, e tem o apoio de colaboradores.

O primeiro encontro tratou sobre humanização do nascimento, já o próximo, realizado no dia 26, às 19h, será sobre alimentação na gestação e puerpério, com a nutricionista Camila Mai. As rodas de conversa são realizadas na Sede Social STI Fumo, localizada na rua 7 de setembro, 1018. Cada encontro trará uma temática diferente e profissionais vindos de outros municípios para participar dos eventos.

As vagas são limitadas e a inscrição pode ser feita e-mail [email protected]. As rodas de conversa são abertas à comunidade e a equipe pede um quilo de alimento não-perecível ou itens de higiene e limpeza para serem doados ao Lar Novo Horizonte. Cada encontro vai beneficiar uma entidade, sendo que no primeiro a Casa de Passagem recebeu os produtos.

Raquel, Simone, Samanta e Adriana se uniram para levar informação de credibilidade sobre assuntos ligados à gestação e maternidade (Foto: Divulgação)
Encontros são realizados uma vez por mês sobre assuntos diferentes (Foto: Bruna Dullius/Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes