O cumprimento de um mandado de busca e apreensão, motivado por uma suspeita de tentativa de homicídio, praticada no interior de Venâncio Aires, resultou na apreensão de duas espingardas e farta munição.  A ação foi desencadeada quinta-feira pela manhã, mas só ontem a informação foi liberada pela Polícia Civil.

Os agentes do Setor de Investigações (SI) trabalham para esclarecer o atentado praticado contra Altemir da Silva, 45 anos. Bate forte, como é conhecida a vítima, foi atingido por um tiro de espingarda, por volta das 21h do dia 7 de agosto. Ele andava com sua moto pela estrada que liga Linha Lucena a Monte Belo, quando parou para verificar o que tinha dentro de um saco, jogado na beirada da estrada.

Ao descer da moto, foi alvejado. O tiro atingiu suas costas, no lado direito, deslocando o seu ombro.

Mesmo ferido, Bate forte embarcou em sua moto e foi até a casa de um morador próximo, onde pediu socorro. Ele foi encaminhado ao Hospital São Sebastião Mártir, sendo submetido a uma cirurgia. A vítima permaneceu em observação, sendo liberada dias depois.

De acordo com as investigações, Bate forte deve ter sido vítima de uma emboscada. Baseado nos relatos da vítima e nos trabalhos investigativos, o delegado Paulo César Schirrmann solicitou um mandado de busca e apreensão na casa de um suspeito.

Na casa, no interior do Município, os agentes do SI apreenderam duas espingardas, sendo uma CBC calibre 28 e uma Rossi, calibre 36, 20 cartuchos calibre 28 e outros 12 calibre 36. O suspeito do atentado, que não tem registro das armas, escapou do flagrante, pois não estava em casa. Por enquanto, vai responder por porte ilegal de arma.