Reunião foi realizada no plenário Vicente Schuck (Foto: Débora Kist/Folha do Mate)

Uma audiência pública realizada na noite desta quinta-feira, 13, no Legislativo de Venâncio Aires discutiu o andamento das obras de esgotamento na cidade. O pedido de encontro partiu de alguns vereadores, depois de constantes reclamações de usuários sobre o estado das vias. A demora para cobrir buracos necessários e os desníveis que ficam em alguns pontos têm incomodado muitos venâncio-airenses.

Na reunião, estiveram representantes da Corsan e da empresa Encosan, responsável pelo maior roteiro de obras atualmente. Dos 43 quilômetros previstos para execução, a empresa concluiu 4,5 até o momento. O prazo inicial estima a conclusão em maio de 2020. “Mas, com certeza, o pessoal continuará trabalhando pelos próximos anos. E o contrato pode ser estendido”, comentou o gerente local da Corsan, Ilmor Dörr.

Por parte da Prefeitura, a informação é de que as obras têm sido fiscalizadas rotineiramente e de que há cobrança por mais agilidade, principalmente para repor paralelepípedos ou asfalto onde houve abertura de valas.

Além da Encosan, no momento trabalha na cidade a empresa Arcol, responsável por 8 quilômetros. Destes, 3,3 estão prontos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome