A bibliotecária Rosaria Costa está, com seu projeto, selecionada entre 52 trabalhos do prêmio “Boas Práticas e Inovação em Bibliotecas Públicas”. Organizado pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), cada ação aprovada receberá R$ 32 mil.

Com nota de 94,5, o projeto “Grupo de Leitura no Centro de Atenção Psicossocial II.” ficou na 11ª colocação em nível nacional e em 3° no Rio Grande do Sul, atrás apenas de ações realizadas em Rio Pardo e São Leopoldo.

Rosaria Costa enfatiza que a intenção é com o valor, poder implantar um espaço específico de leitura no Caps, com a compra de estandes e livros. O repasse do valor ainda não tem previsão, pois o Ministério da Cultura possui prazo de um ano de vigência para efetivar o benefício.