Centro de Bem-Estar Animal será um lar para recuperação

-

O Centro de Bem-Estar Animal está sendo construído em Linha Ponte Queimada, na antiga área da Fundação Ambiental de Venâncio Aires (Favan). A obra está a cargo da Invicta Construtora, conta com aproximadamente 163 metros quadrados e terá um total de R$ 378,4 mil de investimentos. O secretário de Meio Ambiente, Nilson Lehmen, explica que é um lar transitório para os animais. “Um lar para animais vitimas em recuperação, principalmente de maus-tratos. Não será feito o recolhimento de animais”, destaca.

Com recursos provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Heitor Schuch (PSB), a expectativa é de que a obra esteja concluída em até oito meses – desde seu início, em maio. Segundo o secretário de Planejamento e Urbanismo, Gustavo Von Helden, o prazo foi prorrogado em 30 dias desde o vencimento original. “O centro irá suprir as necessidades da cidade com relação a um lugar adequado para tratamento e acomodação de animais de pequeno e médio porte. O principal objetivo é exatamente esse, ter um lugar com as condições necessárias e adequadas para o devido acolhimento e tratamento dos animais”, enfatiza.

De acordo com Lehmen, a capacidade do local é de cerca de 50 animais. “Contudo, a intenção não é esgotar a capacidade, não é receber animais abandonados. Não é um canil. É somente para animais vitimas de maus-tratos. Já os cachorros que habitam as ruas, esse é o lar deles, onde eles ficam felizes, é o habitat dos mesmos”, pontua.

O centro receberá todos os tipos de animais, entre cães, gatos, cavalos e outras espécies silvestres. Para realizar os cuidados veterinários e o encaminhamento para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) será realizada uma parceria com outra entidade. “Será terceirizado. Estamos verificando entidades que têm essa predisposição de assumir. Estamos em conversas com ONGs. De repente a Amigo Bicho, que é a única da cidade, mas ainda não houve uma conversa oficial. Foi considerada a possibilidade da Universidade de Santa Cruz do Sul, a Unisc, é possível esse contato. Ainda estamos analisando. Nas próximas semanas deve ser confirmado”, frisa o titular do Meio Ambiente.

Com emenda do deputado federal Carlos Gomes (Republicanos), no valor de R$ 300 mil, o local será equipado e deverá ser inaugurado entre seis meses e um ano.

Centro Vocacional Tecnológico também está em construção

Localizado no mesmo terreno do Centro de Bem-Estar Animal, também por conta da empresa Invicta Construtora, de Venâncio, a obra do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) da Proteína Animal está com a parte estrutural pronta, faltando apenas as partes de vidro, e o prazo é de conclusão até o dia 30 de setembro de 2022.

Contudo, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Nelsoir Battisti, o prazo pode ser prorrogado. “Depois que o prédio estiver pronto, tem diversos móveis e equipamentos para pesquisa que precisam ser adquiridos. Então, dificilmente entrará em funcionamento este ano. A obra deve ser encerrada em 2022, mas deve começar a funcionar na segunda metade de 2023.”

Atualmente, segundo o secretário, foram recebidos do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovações R$ 54 mil, de um total de R$ 750 mil previstos. “O objetivo é fazer uma parceria com a Universidade de Santa Cruz do Sul, a Unisc, e fazer estudos, cursos e criar possibilidades para agregar valor para a proteína animal, tendo em vista que temos um polo de proteína animal no município”, pontua.

O secretário ainda destaca a importância, principalmente, devido aos frigoríficos que o município tem, e também para o estado. “O objetivo é agregar valor para o produto e, com a parceria, podemos trazer mais investimentos para o município, tendo em vista que podemos virar referência nesse segmento”, diz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes