Time do Vila Melos, em 1963 - Em pé: Pedro Weber, Ilo Meurer, Carlos Weber, Lauro Froeminng, Walmiro Kappel (Mitz) e Germano Seibert. Agachados: Preto, Hugo Froeminng, Henrique Schuch e Elio Meurer e Gleno Rasquim (Foto: Silvio Brauch/Arquivo)
Conteúdo que integra o caderno de 23 anos de Vale Verde

O Esporte Clube Vila Melos teve início em 1959. Conforme um dos fundadores do time, Honório Froemming, ele e seus amigos Pedro Fischborn e Valentim Fischborn foram enviados em 1955 a São Leopoldo para continuar os estudos. No internato onde estudavam, as horas de folga eram ocupadas com a prática de esportes, especialmente o futebol.

Honório Froemming, um dos fundadores do Esporte Clube Vila Melos, em 1959 (Foto: Arquivos dos atletas e dirigentes/Divulgação)

No retorno das férias em Vila Mellos, os três colegas passaram a convidar outros amigos para jogar futebol no campinho que havia nos fundos da Igreja Evangélica. “Como o campo era muito pequeno, fomos pedir permissão para treinar no potreiro do comerciante Etvino Trarbach, local do início do Esporte Clube Vila Melos”, relembra Honório Froemming.

A primeira partida amistosa do time aconteceu em 25 de janeiro de 1959, contra o Esporte Clube Monte Alegre, sendo que a delegação chegou com grande atraso devido a problemas mecânicos no veículo que transportava o time. Em consequência deste atraso, o jogo durou apenas 40 minutos e terminou empatado em 1 a 1.

O gol do Vila Melos foi de autoria do ponteiro esquerdo Honório Froemming, que recebeu um cruzamento do ponteiro direito Hugo Froemming. À noite, foi realizado um sarau dançante no salão de Edmundo Toiller, oportunidade na qual foi definida uma data para o segundo jogo, em Monte Alegre.

Essa partida foi realizada em 15 de fevereiro de 1959. Froemming lembra que o time e os torcedores foram transportados na carroceria de um caminhão, o que era comum naquela época. Porém, o time do Vila Melos foi goleado por 8 a 1. Inconformado com a derrota vexatória, o time solicitou uma revanche, que ficou marcada para 1º de março do mesmo ano.

LEIA MAIS: Campeonatos e torneios conquistados pelo Vila Melos

EVOLUÇÃO

Como o Esporte Clube Vila Melos não contava com diretoria nem liderança técnica, foi solicitado apoio de Ari Dettenborn (irmão do ex-prefeito de Venâncio Aires, Almedo Dettenborn). Com passagem pelo Esporte Clube Rosário, de Passo do Sobrado, Ari Dettenborn elevou o time do Vila para um patamar mais organizado, principalmente dentro de campo. Então uma diretoria foi montada tendo Dettenborn como técnico e jogador. Waldemar Toillier era o presidente, Ervino Froemming era o secretário e Hugo Froemming tesoureiro.

A partida contra o Monte Alegre terminou empatada em 1a 1, mas poderia ter sido vencida, pois o time apresentava mais entrosamento dentro e fora de campo. O jogo contou com um grande público e teve novidades como fardamento para o time, redes nas goleiras e marcação das linhas do campo. Desde então, o futebol passou a fazer parte dos assuntos do dia a dia dos moradores da localidade e o clube só evoluiu e melhorou seu futebol.

Froemming destaca que o futebol oportunizou aos atletas e torcedores a possibilidade de conhecer novos locais e pessoas, onde o time ia jogar. “Eu mesmo fiz muitas amizades por causa do futebol, bem como quase todos que gostavam do esporte. Meu irmão Norberto, que era goleiro, chegou a ser convidado a jogar no Guarani, onde não permaneceu porque teve que escolher entre trabalhar na Fumosul ou jogar futebol”, conta.

EX-PRESIDENTES

– Waldemar Toillier
– Walmiro Kappel
– Darci Keller
– Quino Toillier
– Hildo Froemming
– Lauro Thomas
– Lothar Trarbach
– Arlindo Toillier
– Dorli Kappel
– Walter Kappel

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome