Gilberto Weber, Núbia Kaufmann Bartz e Gustavo Rocha são pré-candidatos à majoritária pelo PDT (Foto: Divulgação)

Conforme a executiva do PDT, a sigla possui três nomes para concorrerem nas eleições municipais deste ano à majoritária. Nubia Kaufmann Bartz, Gilberto Weber e Gustavo Rocha são os pré-candidatos. Weber é comerciante e foi o primeiro prefeito eleito no município. Núbia é professora e vereadora reeleita e Rocha é empresário.

Conforme a presidente do partido, Maristela Azambuja, o grupo vem se organizando para o pleito eleitoral desde que ela assumiu, em maio de 2019, buscando união e parceria ativa do diretório e de todos seus filiados. “Em dezembro passado, fizemos um chamamento aos filiados e simpatizantes, para discutirmos o futuro que planejamos para Passo do Sobrado, assim como, instigamos as pessoas dispostas a se manifestar e colaborar neste processo de renovação da sigla”, destacou Maristela.

NOVAS FILIAÇÕES

Vereador Elísio Machado foi uma das novas filiações do PDT (Foto: Divulgação)

A presidente afirma que a adesão ao partido tem sido significativa, pois em torno de 60 novos nomes passaram a fazer parte do quadro de filiados, inclusive alguns se disponibilizaram para o pleito de 2020. Dentre as conquistas, o partido destaca a filiação da ex-vereadora Lisanete de Melo, que saiu do PT no início de 2019 e do vereador Elísio Machado, que deixou o Progressistas no período da janela partidária.

“Eles deixaram suas siglas para somar na construção de um novo projeto que o PDT almeja para Passo do Sobrado. Tanto o Elísio quanto a Lisanete vem ao encontro da ideologia do PDT, de forma muito positiva, transparente, de atuação relevante na comunidade passo-sobradense, com honestidade, coerência e simplicidade, suas principais características”, endossou Maristela Azambuja.


“Fizemos um chamamento aos filiados e simpatizantes para se manifestarem e colaborar neste processo de renovação da sigla.”

MARISTELA AZAMBUJA – Presidente do PDT


PARTICIPAÇÃO FEMININA

Um dos aspectos que o PDT enfatiza é o incentivo da participação feminina, considerada fundamental para a criação e execução de novas políticas públicas, em prol da comunidade, com a responsabilidade social que lhe é natural, explicou a presidente. “No intuito de motivá-las, para enfrentar uma disputa eleitoral e participar das decisões políticas de resolutividade coletiva, no início de março, promovemos um encontro de fundação e estruturação da Ação da Mulher Trabalhista (AMT) no município, com adesão expressiva de filiadas”, salientou Maristela.

Dentro dessa premissa, o partido projeta para as próximas eleições um crescimento significativo da participação da mulher no Poder Legislativo e Executivo. A presidente disse que a retomada do trabalho partidário, considerando os prazos do calendário eleitoral, e as dificuldades em razão da pandemia do coronavírus, atrapalharam parcialmente a busca de filiados, mesmo que utilizando os meios possíveis de contato.

“Ainda assim, atingimos vários novos nomes, os quais agradecemos muito pelo entendimento da atual situação”, enfatizou ela. No tocante a coligações, o partido afirma que apenas conversas preliminares aconteceram até o momento. “O PDT está aberto às discussões para formação de opiniões construtivas, pois entendemos que o diálogo será fundamental para o amadurecimento de uma decisão a uma possível coligação”, concluiu Maristela.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome