Pesquisa de soroprevalência do coronavírus no Vale do Rio Pardo terá última rodada neste fim de semana

-

Serão aplicados, neste sábado e domingo, 3 e 4 de outubro, os testes rápidos da última etapa da pesquisa do Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) para apurar a soroprevalência do coronavírus em 14 municípios da região.

A quarta e última fase do estudo, realizado pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) estava prevista, inicialmente, para ocorrer em 12 e 13 de setembro, foi postergada com o objetivo de documentar a mudança de situação epidemiológica prevista para a região.

Em ofício no qual confirma a realização dos testes, neste fim de semana, o coordenador da pesquisa, professor e médico infectologista Marcelo Carneiro, afirma que “houve vantagem epidemiológica em postergar a última etapa, pois conseguiremos avaliar o perfil dos anticorpos e a situação regional durante a pandemia”.

Nas fases anteriores, a pesquisa identificou, entre outros aspectos, a baixa letalidade do coronavírus na região do Vale do Rio Pardo e que a cada caso de Covid-19 existem cinco não notificados.

O estudo encomendado pelo Cisvale e executado pela Unisc contempla a aplicação de cinco mil testes rápidos para identificação dos anticorpos da Covid-19 e tem custo aproximado de R$ 500 mil. A pesquisa tem o apoio da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) e da Philip Morris Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes