Equipes da Prefeitura e Emater avaliaram a situação que encaminhou o decreto (Foto: AI Prefeitura)

O prefeito Carlos Alberto Bohn assinou decreto de Situação de Emergência tendo em vista a falta de chuva que atinge Mato Leitão. O prejuízo financeiro em diversas atividades agrícolas supera o montante de R$ 10,3 milhões, envolvendo mais de 450 famílias.

A decisão pelo decreto foi tomada durante reunião entre o prefeito, o secretário da Agricultura João Carlos Machry, o coordenador municipal da Defesa Civil Gilberto Pfeifer e o chefe local da Emater, Claudiomiro Oliveira. A estiagem atinge milho, soja, tabaco, bovinos de corte, produção de leite, pastagens, hortaliças e ainda no abastecimento de água para animais em diversas propriedades.

Na cultura do milho (grão e silagem), em cerca de 2,5 mil hectares, a perda é estimada em 45%, prejuízo de aproximadamente R$ 7,5 milhões. Outra atividade com sérios problemas é a produção de leite, cuja estimativa de prejuízo chega a R$ 930 mil. Com a perdas das pastagens e grande parte da silagem de milho a alimentação do rebanho está comprometida. As altas temperaturas das últimas semanas ocasionaram queda brusca de produção no rebanho o que determina perda atual ao redor de 30%.

Estimativa de perdas nas culturas

  • Milho: 45%
  • Bovinos corte: 40%
  • Leite: 30%
  • Pastagens: 50%
  • Soja: 20%
  • Tabaco: 15%
  • Olerícolas: 30%
Fase de crescimento da soja está totalmente comprometida. Atualmente a perda é de 20% (Foto: AI Prefeitura)

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome