(Foto: Claudio Froemming/Folha do Mate)

A Prefeitura de Passo do Sobrado escapou por pouco de ser lesada financeiramente por hackers na tarde de quarta-feira, 4. O fato teve início quando um suposto funcionário do Banco do Brasil ligou para a Prefeitura e solicitou para um servidor público do setor de contabilidade fazer uma atualização no sistema bancário. Então, o golpista enviou um link, onde o servidor deveria entrar para realizar as atualizações. Em seguida, solicitou a ‘chave’ para o servidor da Prefeitura.

Neste momento, ele ficou desconfiado e desligou o telefone. Mas, como o servidor público já havia feito algumas alterações através do link enviado pelo golpista, acabou trocando a sua senha por precaução. No dia seguinte, o falso funcionário do Banco do Brasil ligou novamente e, então, outro servidor da Prefeitura atendeu. Não desconfiando de nada, acabou fazendo a atualização pedida pelo hacker e passou as senhas e chaves solicitadas pelo golpista.


“Todos os pagamentos passam por mim e eu suspeitaria de qualquer coisa estranha, mas como o golpista solicitou apenas a atualização do sistema bancário, por meio de um servidor da Prefeitura, acabou não despertando tanta desconfiança.”

IVAN SEBBEN – Secretário de Finanças da Prefeitura Passo do Sobrado


O golpe só não foi efetivado porque o primeiro funcionário da Prefeitura, que desconfiou se tratar de um possível golpe, alterou sua senha, e seu colega, não sabendo disso, enviou a senha anterior. O secretário municipal de Finanças, Ivan Sebben, explicou que todos os pagamentos da Prefeitura são feitos com a autorização de pelo menos duas pessoas, sendo ele uma delas. “Mesmo que isso tome bastante tempo, faço questão de ver todos os valores que estão sendo pagos e, para isso, tenho que entrar com minha senha e a ‘chave’ para liberar as transferências bancárias. Porém, o que houve foi uma solicitação de atualização de informações feita por um golpista hacker, que conseguiria ter acesso às contas do Município quando estivesse de posse das ‘chaves’ e das senhas”, explicou.

O secretário afirma que um boletim de ocorrência será feito e que o fato serve de alerta para outras prefeituras, pois os golpistas estão sempre inovando e todo cuidado é pouco.

MUNICÍPIOS LESADOS

  1. A Polícia Civil investiga saques e transferências irregulares efetuadas em outros municípios, como Mormaço, no Norte do estado. A suspeita é que hackers teriam acessado o sistema e feito as operações que desfalcaram a cidade em cerca de R$ 233 mil.
  2. Neste caso, uma ligação feita por uma mulher que se apresentou como funcionária do Banco do Brasil acabou dando certo. Ela teria questionado se a Prefeitura havia feito uma atualização no sistema bancário e sugeriu a alteração, pois, segundo ela, a forma de acesso seria modificada no dia 1º de dezembro.
  3. Orientado pela falsa funcionária, o secretário entrou no site do banco e realizou todas as mudanças sugeridas por ela sem desconfiar que poderia ser vítima de um golpe.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome