Após encerrar convênio com a União das Associações de Moradores de Venâncio Aires (Uamva), gestora do estacionamento pago, a cobrança do rotativo será paralisada, até a definição de empresa para instalar os parquímetros. Os funcionários da entidade receberam o aviso de desligamento no final de janeiro, e já estão cumprindo o período de aviso prévio, que encerra na quarta-feira, 19.

Com o objetivo de implantar sistema eletrônico de cobrança do estacionamento na área central de Venâncio Aires, o convênio com a Uamva não foi renovado. O atual contrato encerra no dia quatro de março, e a instalação dos parquímetros deve ocorrer a partir de abril, durante este período, a Capital do Chimarrão ficará sem cobrança de estacionamento.

Condutores que possuem dívidas com o estacionamento pago do município precisam procurar a sede rotativo, junto a feira do produtor rural, na rua Tiradentes, para regularizar a situação. Os valores podem ser quitados até do dia 22 de fevereiro.

No dia cinco de março a Administração Municipal efetua a abertura das propostas de empresas, interessadas em instalar equipamentos eletrônicos de cobrança de estacionamentos. O mesmo processo precisou ser refeito, já que houve questionamentos em itens do edital para a compra dos equipamentos. O Município projeta o investimento de R$ 348 mil. As despesas para a manutenção do sistema é de R$ 34 mil. A estimativa de lucro, conforme o edital do processo, é de R$ 6,4 mil.

A previsão é de que os primeiros equipamentos já possam ser instalados até o final de março, se não houver novo questionamentos por parte das empresas participantes do processo. O novo sistema exigirá também a contratação de 12 funcionários.