Um grupo de 12 profissionais e empresários de Venâncio Aires participou da visita técnica organizada pela Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva) à Mercur, na manhã desta terça-feira, 18. Além de conferir uma das fábricas da empresa, no centro de Santa Cruz do Sul, a comitiva teve oportunidade de conhecer mais sobre o posicionamento socioambiental da instituição, que completou 95 anos na semana passada.

Com 630 funcionários, 700 produtos e na terceira geração da família Hoelzel, a Mercur adotou, há 10 anos, posicionamento estratégico com foco em ações de sustentabilidade ambiental e social. O coordenador da área de Impactos da Mercur, Eduardo Assmann, que recepcionou o grupo de venâncio-airenses, explicou o pontapé para as mudanças foi o questionamento de que “se a organização desaparecesse hoje, o que o mundo perderia?”

“A partir disso, vimos que precisamos fazer coisas melhores, além do que os concorrentes fazem, gerar produtos que afetem menos o meio ambiente e que façam a diferença na vida das pessoas”, destacou.

Com o compromisso institucional de ‘Unir pessoas e organizações para construir encaminhamentos e criar soluções sustentáveis’, a Mercur tem, entre as práticas, o uso prioritário de recursos renováveis, a neutralização dos gases de efeito estufa, por meio do plantio de árvores, e a mobilização de funcionários, clientes e fornecedores em um sistema de cocriação, com uma estrutura organizacional horizontalizada.

“A Mercur acredita que a empresa é parte da sociedade, não o todo. Considera que a vida não é só trabalho e estimula a busca das paixões das pessoas”, enfatizou Assmann.

VISITAS TÉCNICAS

Além do evento na Mercur, a Caciva já realizou, neste ano, visita técnica à Fruki, de Lajeado, na qual o assunto em evidência foi a sucessão familiar. O presidente da entidade, Vilmar de Oliveira, já adiantou que a ideia é, em uma próxima edição, realizar a visitação a uma empresa de Venâncio Aires.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome