A Secretaria de Educação de Venâncio Aires reúne na próxima semana os diversos segmentos ligados ao ensino para eleger os representantes que vão atuar junto ao Plano Municipal de Educação. Estão agendados encontros na segunda, 7, e terça-feira, 8.

Segundo a titular da pasta, Rosange Lehmen de Moraes, as reuniões vão envolver as áreas que contam com mais de uma instituição representativa no município, que é o caso das escolas privadas, sindicatos, ensino superior, Sistema S (Sesc, Senac, Senai e Sesi), escolas estaduais e pais e alunos.

“Cada entidade ou instituição vai indicar um titular e um suplente. Para isso vamos reunir estes grupos no auditório da Secretaria de Educação”, explica Rosange. Conforme ela, o Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) não se inclui neste caso pois é o único ligado ao ensino técnico em Venâncio Aires e dessa forma indica o titular e suplente sem assembleia.

Para a secretária municipal da Educação, Rosange Lehmen de Moraes, a participação da comunidade nas assembleias da próxima semana são fundamentais para fortalecer as discussões que virão.

“Queremos que a população aproveite o espaço democrático para começar a tomar conhecimento do assunto e indicar seus representantes”, enfatiza. “O Plano Municipal de Educação não diz respeito somente à rede municipal de educação, mas ao ensino em todos os níveis, da educação infantil ao ensino superior”, frisa.

Atualmente o município, assim como as demais cidades brasileiras, precisa aplicar 25% do orçamento em Educação, exigido por lei. Conforme Rosange Lehmen de Moraes, para 2014 Venâncio Aires prevê 26% do orçamento sendo investidos na área.

A secretária relata que a aplicação dos 10% do Produto Interno Bruto (PIB), por parte da União, não vai reduzir o percentual exigido para os Executivos municipais, porém, vai ampliar os recursos. “Os recursos obrigatoriamente serão maior. Será um pulo de 5% em dez anos”, destaca Rosange.

Confira a reportagem completa no flip ou edição impressa de 02/07/2014.