Neste domingo, 30, o salão de eventos Machry, em Venâncio Aires, recebeu o 2º Circuito de Danças Tradicionais e de Salão, promovido pela 24ª Região Tradicionalista (24ª RT). Evento sediado, no município, pelo Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Erva-Mate, que reuniu 19 invernadas representando dez entidades de seis Regiões Tradicionalistas.

Com objetivo de valorizar as faixas etárias, Pré-Mirim e Mirim, as apresentações abrem espaço para os demais grupos, inclusive, nesta edição para outras Regiões, que além de integração fizeram o sucesso do evento. Constituindo, assim, o Circuito Regional e Rodeio Artístico, segundo a coordenadora da 24ª RT, Luce Carmen da Rosa Mayer. Invernadas Pré-Mirim, Mirim, Juvenil, Adulto e Xirú, passaram pelo palco, enquanto as danças de Salão ocorriam em paralelo.

Fotos: Juliana Bencke / Folha do MateGuyniver Adames da Silva Rodrigues, veio de Porto Alegre para o Rodeio
Guyniver Adames da Silva Rodrigues, veio de Porto Alegre para o Rodeio

Uma das entidades visitantes, O CTG Estância da Azenha, de Porto Alegre (1ª RT), veio com a Invernada Mirim. No grupo, a integrante Guyniver Adames da Silva Rodrigues, 11 anos. A menina que começou a dançar em julho, participa do segundo rodeio artístico e conta que escolheu esta atividade por conta de um problema de saúde e que está amando a dança.

SUPERAÇÃO

Segundo a mãe, Tatiane Adames Rodrifues, a filha nasceu prematura e teve complicações, não caminhando até os dois anos. Após, outros desafios foram enfrentados, até dezembro de 2017, quando a menina passou por procedimento cirúrgico ‘Osteotomia femural’, segundo Tatiane, quando os dois fêmur receberam placas. 

Tatiane relata, que além das fisioterapias, foi aconselhada pelo médico para que a menina realizasse algum esporte. “Nenhum tipo de esporte ou exercício físico estava do agrado de Guyniver. Até que um dia ela perguntou como era aquele que ‘as meninas usavam vestido rodado?'”. Com emoção, destaca a mãe que de imediato levou a filha para o CTG. Ela que já foi integrante de invernada conta que ficou muito feliz.

“Com pequenas restrições a algumas coreografias, acompanhadas pelo instrutor do grupo, Guyniver ensaia uma vez por semana e está evoluíndo a cada dia”, enfatiza a mãe. Com um largo sorriso, a pequena dançarina rodopia no salão com desenvoltura e se mostra familiarizada com as danças tradicionais, diante da comissão avaliadora.

DA 24ª RT

Participaram do evento, os CTGs Erva-Mate, Chaleira Preta (Venâncio Aires); Giuseppe Garibaldi (Encantado); Tropilha Farrapa (Lajeado) e Querência do Arroio do Meio (Arroio do Meio).

Invernada Mirim do CTG Chaleira Preta esteve entre as cinco da categoria
Invernada Mirim do CTG Chaleira Preta esteve entre as cinco da categoria

VISITANTES

Da 2ª RT, participou o CTG Raízes da Tradição, de Charqueadas; CTG Estância da Azenha e Lanceiros da Zona Sul, de Porto Alegre (1ª RT); CTG Porteira Aberta, Bom Princípio (15ª RT) e CTG Rincão da Alegria, de Santa Cruz do Sul (5ª RT).

O evento está muito bom, recebemos muitos elogios pela organização e também pelo espaço” Patrícia Padilha – patroa do CTG Erva-Mate.

 

Coordenadora Artística, Ângela Hammes Rosseti; coordenadora Regional, Luce Carmen Meyer e patroa do Erva-Mate, Patrícia Padilha estiveram à frente da organização
Coordenadora Artística, Ângela Hammes Rosseti; coordenadora Regional, Luce Carmen Meyer e patroa do Erva-Mate, Patrícia Padilha estiveram à frente da organização