Beatriz Colombelli será a patrona dos Festejos Farroupilhas de 2021

-

Por unanimidade, Beatriz Regina Krug Colombelli foi escolhida pela Associação Tradicionalista de Venâncio Aires (ATVA) e demais entidades para ser a patrona dos Festejos Farroupilhas, deste ano. A escolha ocorreu no dia 20 de julho, no Galpão Morada Velha, no Parque Municipal do Chimarrão.

De acordo com o presidente da ATVA, Eagro Humberto Müller, a Beatriz Colombelli é uma mulher que está sempre engajada no Movimento Tradicionalista Gaúcho e atenta aos temas relacionados à cultura gaúcha. “O tradicionalismo ganhou visibilidade através da coluna ‘Cultura Gaúcha’, no jornal Folha do Mate, escrita pela jornalista”, afirma Müller.

Além disso, o papel de Beatriz dentro do tradicionalismo vai ao encontro do tema do evento deste ano, ‘Caminhos de Anita’, proposto pela comissão dos Festejos Farroupilhas do Estado, alusiva à comemoração ao bicentenário da figura feminina e heroína da Guerra dos Farrapos.

Segundo a vice-presidente da comissão do bicentenário de Anita Garibaldi e patrona da Semana Farroupilha de 2020, Alessandra Motta, o tema “busca valorizar a presença determinante e simbólica de Anita nos rumos da história da Pátria e de vários mundos”.

Para Beatriz, receber a homenagem de patrona dos Festejos Farroupilhas de Venâncio Aires, indicada pela ATVA e demais entidades, quando se reverencia ‘Caminhos de Anita’, é muito gratificante. “Considero como o mais precioso e sublime dos regalos que se eternizará em minha vida. No entanto, soma-se à responsabilidade de bem representar, com a minha verdade e simplicidade, tantos homens e mulheres que se dedicaram e se dedicam às coisas da tradição. Gratidão é a palavra”, define.

As atividades dos Festejos Farroupilha serão definidas dentro dos próximos dias. Contudo, o presidente da Associação adianta que a programação será on-line e presencial.

TRAJETÓRIA

Beatriz Regina Krug Colombelli, a Bea ou tia Bea, como é chamada pelos amigos, nasceu no dia 3 de setembro de 1956, em Vila Serafim Schmidt. Natural de Santa Cruz do Sul, é filha de Pedro Adão Assis Krug e Marieta da Silva Krug (ambos já falecidos). Do pai, ela destaca que herdou o sangue poético e as raízes da tradição. Da mãe, a força da mulher guerreira.

Beatriz é casada com Nelson Sergio Colombelli, há 44 anos. Desta união, nasceu em 1988, a filha Regina Beatriz Colombelli. A vida tradicionalista teve início quando Regina tinha 4 anos e começou a participar da invernada artística no ‘Grupo Los Ninos’, criado na Escola Monte das Tabocas. Em 2003, a família filiou-se ao Centro de Pesquisas Folclóricas Terra de Um Povo.

Beatriz é avó de Ana Beatriz Colombelli de Moraes, nascida no ano passado, fruto da união de Regina e de Camilo de Almeida Moraes.

Data de escolha das soberanas da Fenachim é alterada para o dia 30 de outubro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes