Seibt falou na abertura da 1ª Semana Municipal de Valorização ao Patrimônio Cultural (Foto: Cristiano Wildner/Folha do Mate)

O Museu de Venâncio Aires quer se aproximar ainda mais da comunidade. Projetos e parcerias a curto e médio prazo são pensados para serem desenvolvidos em várias frentes. Um deles quer garantir a presença permanente do Museu nas escolas. Exposições itinerantes e permanentes nos educandários podem ser colocadas em prática a partir de 2020. O anúncio foi feito pelo tesoureiro do Núcleo de Cultura de Venâncio Aires – mantenedor do Museu -, Flávio Seibt, durante o programa Terra em Meia Hora, da Terra FM 105.1, ontem.

O detalhamento do projeto se deu na abertura da 1ª Semana Municipal de Valorização ao Patrimônio Cultural. O evento de abertura, na tarde de ontem, no Museu, contou com a presença de convidados e lideranças políticas e comunitárias. Seibt destacou que o projeto, pensado em conjunto com a Prefeitura, tenta captar R$ 10 mil.

A partir disso, serão produzidos móveis específicos para exposições. Depois será aberto período de inscrições para selecionar dez instituições de ensino, tanto para exposições itinerantes, quanto permanentes. Os espaços permanentes, a partir do apoio técnico do Museu, serão criados nas próprias escolas. Além da cedência de materiais do acervo da casa de cultura, também poderão ser agregados objetos históricos do próprio bairro e da escola. Já nas exposições itinerantes, temas específicos serão trabalhados ao longo do ano.

Aqueles que desejam prestigiar a programação devem entrar em contato com o Museu e agendar uma visita pelo telefone 3741-5713.

LEIA MAIS: Aberta a primeira a Semana de Valorização ao Patrimônio Cultural

LEI ROUANET

A partir da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouante -, a meta é captar recursos para custeio do Museu no próximo ano. O projeto em construção pretende garantir uma captação total de R$ 300 mil. Atualmente o Museu mantém quatro colaboradores.

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Em 2019, o Museu de Venâncio Aires completa 25 anos de fundação. Para ampliar o espaço do acervo, estimado em 80 mil peças, está em andamento uma Ação Entre Amigos. O prêmio principal será uma caminhonete histórica, uma D20 ano 1991. A meta é vender mil números até o dia 26 de outubro, data de aniversário do Museu. Atualmente resta comercializar cerca de 300 números. O número da Ação Entre Amigos é vendido ao valor de R$ 100.

MUSEU

Conhecido como o museu construído por muitas mãos, foi fundado em 1994 e iniciou com doações de peças antigas feitas pela comunidade. O acervo é formado por diversos departamentos: museu, arquivo histórico, jornais, revistas, discos e acervo bibliográfico. O material está exposto no Edifício Storck, em estilo europeu construído pelo arquiteto Simão Gramlich a partir de 1929, também adquirido com contribuições.

PROGRAMAÇÃO PARA HOJE 

Visitação guiada de alunos das escolas no museu:
9h – 6º ano da Escola Odila Rosa Scherer.
10h – 4º ano da Escola Monte das Tabocas.
10h45min – 5º ano da Escola Monte das Tabocas.
14h – 5º ano da Escola Monte das Tabocas.
15h – 5º ano da Escola Odila Rosa Scherer.
16h – 4º ano da Escola Monte das Tabocas.
19h15min – Palestra sobre Patrimônio Cultural para alunos do CAJ, com Flávio Seibt.

LEIA MAIS: Uma semana para valorizar o patrimônio cultural

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome