Tampas plásticas e lacres de alumínio podem ser entregues a Teio Macedo, no escritório na rua Jacob Becker (Foto: Divulgação)

O Rotary Club Venâncio Aires iniciou campanha de recolhimentos de tampinhas plásticas de garrafas PET e lacres de latinhas de alumínio. O objetivo é viabilizar a aquisição de equipamentos do Banco Ortopédico da entidade, que empresta cadeiras de rodas, andadores e muletas à comunidade.

O diretor da Comissão de Humanitários e Meio Ambiente, José Eleir de Macedo, recebe as tampinhas e lacres, no escritório da Macedo Engenharia e Topografia Ltda, na rua Jacob Becker, em frente ao Sesc. Segundo Teio, como é conhecido, são necessárias, em média, 140 garrafas PET de dois litros cheias de lacres de alumínio para a troca de uma cadeira de rodas.

Quem necessita, temporariamente, de muletas, andador ou cadeira de rodas, pode solicitar ao Banco Ortopédico por empréstimo, sem custo. Basta apresentar identidade e assinar documento se comprometendo a devolver o equipamento após o período de uso. Normalmente, o prazo estipulado é de três meses, podendo-se ampliar por mais três meses ou enquanto houver necessidade.

O presidente do clube, João Moacir Laufer Ferreira, explica que parte do equipamento do Banco Ortopédico é adquirido pelo Rotary Venâncio Aires. Por isso, foi iniciada a campanha. Ele lembra, também, que a entidade aceita doações de cadeira de rodas, andadores e muletas. “Repasse ao clube, que certamente vai auxiliar alguém”, incentiva.

O número de pessoas beneficiadas, atualmente, com equipamentos do Banco Ortopédico do Rotary Venâncio Aires é 120. São cerca de 30 cadeiras de rodas, 80 muletas adultas e infantis, além de andadores emprestados a moradores de Venâncio Aires e da região.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome